Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Dos limites (in)tangíveis da vergonha...

Os limite sociais são uma barreira quase sólida em nossas vidas. Nos fazem civilizados e nos sufocam, simultaneamente.

No entanto, algumas pessoas conseguem estraçalhar isso. O moleque abaixo (Jeremy Fry) não era contratado – nem drogado –, apenas resolveu "pescar o momento". O cenário foi o jogo 7 entre Celtics e Lakers, pelas finais da NBA 2008.

O ser humano é foda - bizarrices inclusas.

No telão

link vídeo

Reparem no gordão de azul que empurra e faz cara feia desprezando o Jeremy, mesmo com todos os outros batendo palma. Ele é a perfeita metáfora social da rejeição. Gordões de azul como esse infestam nossos pesadelos imaginários.

Em melhor qualidade

A pós-entrevista, em inglês.

Queria eu ter peito pra fazer uma dessas. Alguém aí já conseguiu animar um estádio/balada/evento inteiro, ainda que brevemente, só com a própria energia?


publicado em 01 de Dezembro de 2010, 11:15
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura