Como se transforma a paternidade no Brasil? Faltam apenas 5 dias para o PAI: Os desafios da paternidade atual.
Compre já o seu ingresso!

Duas Fábulas Políticas

REUNIÃO NA ONU

Uma vez aconteceu um congresso da ONU que gerou uma enorme confusão. Tudo porque o secretário-geral propôs uma pesquisa, e jogou no telão a seguinte pergunta:

“Por favor, dê honestamente a sua opinião sobre a escassez de alimentos no resto do mundo.”

E então foi instaurado o caos.

Ninguém sabia responder à tal pergunta. Quase rolou pancadaria, e a discussão rolando solta. Vendo que não ia conseguir nada, o secretário-geral resolve ir ele mesmo atrás das respostas.

onu-geneva
Alguéeeeem?

Primeiro procurou os representantes das delegações européias. Em vão, pois nenhum deles entendeu o significado da palavra “escassez”.

Sem desistir, recorreu às delegações africanas. Fracasso total, eles não entenderam o que era “alimentos”.

Ainda esperançoso, passou em frente às missões de Cuba, China e Coréia do Norte. Nenhum deles soube explicar o que era “opinião”.

Logo ao lado estava a delegação da Argentina, que também não pôde ajudar. O que é “por favor” ?

Tentou a de Israel, mas logo viu que os judeus não compreendiam o termo “dê”. Se ainda fosse “empreste a juros”...

Então, recorreu aos americanos, afinal, são os maiorais. Ouviu o seguinte do representante :

“Mr. Secretário, o que ser “resto do mundo” ? Eu não entender direito”

Desconsolado, desistiu e sentou-se à beira da delegação brasileira. Foi abordado pelo representante tupiniquim.

“Ô Chefia, o que é esse tal de “honestamente”, hein ?”

_________________________________________________

A FÁBULA DOS DOIS LEÕES

(Créditos ao grande Stanislaw Ponte Preta)

Dois leões fugiram de um circo, e se separaram, cada um para o seu lado. Tempos depois foram recapturados e levados de volta. Um deles estava magérrimo, raquítico, em péssimo estado. O outro, havia engordado bastante e vendia saúde.

leao-comendo
Fecha a boca pra falar, esfomeado

Então os leões resolvem botar o papo em dia.

- Cara, como você está bem! Eu, quando fugi, fui para a floresta, para reencontrar a natureza, mas só me ferrei. Perdi o instinto de caçador, só vi desmatamento, tinha que fugir de caçadores, não encontrava comida, quase morri. Um inferno. Não tive forças para fugir quando me acharam. O que aconteceu contigo?
- Bom, eu resolvi ir para a cidade. Entrei num prédio e consegui me esconder numa tal de Repartição Pública. Ficava lá escondidinho e muita gente circulava por ali, sempre dava para pegar uma pessoa e matar a fome.
- Mas como te pegaram?
- Bom, eu todo dia ia comendo um funcionário e me escondia. Ninguém dava pela falta, fiquei quase um mês assim. Mas no dia que eu comi o funcionário que servia o cafezinho, me pegaram!

publicado em 30 de Dezembro de 2007, 07:05
7375567d0f2c379b7588ce618306ff6c?s=130

Mauricio Garcia

Flamenguista ortodoxo, toca bateria e ama cerveja e mulher (nessa ordem). Nas horas vagas, é médico e o nosso grande Dr. Health.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura