A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

[+18] Entre Sasha Grey, Google e direitos autorais

Sasha Grey, além de ser uma deliciosa ninfeta, é inteligente.

É também a inquestionável enfant terrible da indústria pornô.

Poderia ser bravata, mas não.

Deixe-me lhes contar algo sobre Sasha

A pequena estrelou seu primeiro filme aduto com 18 anos recém completos, contracenando com jebas e bocetas já consagradas. Conquistou um séquito de fãs por meio de uma atuação visceral, incluindo falas como:

"Me soque no estômago!"

Uma de suas aspas mais famosas, proferida enquanto tentava não se engasgar com Rocco Siffredi. O nome do filme? Fashionista Safado: The Challenge, dirigido por John Stagliano "Buttman". Aos aniversariantes do dia, dedico a premiada cena completa de Sasha aos 18 anos. Premiada no AVN Awards 2006, equivalente ao Oscar da indústria pornô.

Mister M, onde foi parar esse picolé? | Cena do Fashionista Safado.

Este ano Sasha recebeu 19 indicações (pasmem!), fruto de sua atuação no superfilme Malice in Lalaland (trailer). Recheado de alusões a Hunter S. Thompson e Alice no País das Maravilhas, promete ereções lisérgicas. Descobri isso ao... err... não vem ao caso.

Filmado em 35mm. Perfeito para você, tarado cool com amigas moderninhas.

O fato é: busquei no Google por "malice in lalaland download torrent". Dei de cara com uma mensagem nunca antes vista:

Google removendo resultados por violarem direitos autorais, finalmente.

Você sabe o que é uma queixa DCMA?

Uma queixa DCMA é relativa ao Digital Millennium Copyright Act (Lei de Direitos Autorais do Milênio Digital), dos EUA. A política do Google, dos provedores de internet decentes e de qualquer outro site de respeito mundo afora é não brigar com essa lei. Não vale a dor de cabeça.

Tomei conhecimento essa semana, ao me degladiar com sérias falhas de SEO no PapodeHomem – alguns de nossos artigos deixaram de ser indexados pelo Google, inexplicavelmente. Na busca por soluções, um consultor da área nos informou sobre o volume absurdo de plágio sofrido por nosso conteúdo. Podem checar o mesmo índice para seus sites usando o excelente Copyspace.

Juntando os pontos, temos um panorama otimista para o futuro da web. Direitos autorais cada vez mais se fazendo presentes no mundo digital. Um alívio para criadores de conteúdo, visto que a cultura do gratuito não enche barriga.

Quanto a mim... ainda não consegui baixar Malice in Lalaland. Merda.


publicado em 18 de Janeiro de 2011, 20:42
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura