Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

"Estamos atravessando uma área de turbulência": Novembro foi foda

Turbulência. O PapodeHomem enfrentou uma das boas no mês de novembro. Uma nuvem negra, trovejante, com direito a relâmpagos e solavancos de fazer pobres senhoras segurarem firme e assustadas em suas poltronas pairou sobre o nosso espaço exploratório.

As dificuldades surgiram e tivemos de lidar com elas da melhor forma possível para fazer com que as coisas continuassem se dirigindo até o seu destino.

E cá estou para admitir: não ficamos satisfeitos com o resultado. Nosso servidor ficou instável diversas vezes, por horas, caímos, publicamos textos que não nos dão o orgulho habitual, passamos por momentos de tensão dos mais variados tipos.

Claro, sempre há coisas boas no meio dessas crises. Saímos disso mais maduros. Pudemos perceber a importância de manter acesa a motivação de entregar conteúdo alto nível e como isso é essencial no que fazemos. Grande parte dessa percepção veio dos leitores que não nos deixam errar a mão e estão dispostos a nos dar seus avisos. Obrigado.

Estamos aqui para aproveitar esse crescimento e apresentar o que houve de melhor neste conturbado período. Tivemos um PdH Sessions com o Tokyo Savannah, banda animal que está no line up do Lollapalooza, flertamos com a loucura e com os lugares que nos assustam, descobrimos um cara que quer acabar com o legado dos postos de gasolina, tivemos a terceira edição do Cabana-Do, com o Sifu Cemil Uylukcu e redescobrimos o óbvio: é melhor fazer sexo do que ficar no computador.

Novembro foi difícil e foi foda.

O que vocês sentiram desse mês? O que querem ver no mês de dezembro e, mais ainda, no PdH 2013?

Seguimos.

1. O homem que matou mais do que Hitler, Stalin e Mao, por Daniel Bender (45,272)

Temos em nosso modelo mental que uma pessoa capaz de causar mais de um milhão de mortes não deve ser um sujeito bom. Mao, Stalin e Hitler se encaixam nesse perfil do vilão absoluto, assim como outros carinhas complicados com muito poder nas mãos.

Mas, apesar de ter matado bem mais, o reconhecido filantropo James Buchanan Duke não tem nada a ver com esse perfil.

2. Os 8 lugares mais assustadores da face da terra, por Daniel Oshiro (43,478)

Zona Abissal: o lugar onde os monstros existem

Então você acha que dentista é assustador? Montanha-russa? Aranha? Que bonitinho.

O mundo é mil vezes mais assustador do que qualquer coisa que você provavelmente já tenha visto. A lista a seguir prova isso. Esses 8 lugares (não classificados por ordem, já que medo é subjetivo) não são os que eu escolheria para um passeio.

Ou… quem sabe?

3. Elon Musk e sua Tesla Motors não querem que você gaste mais nem um centavo com gasolina, por Fabio Bracht (22,304)

Quanto você gasta com combustível no seu carro? Sei lá, por mês? Pense num valor.

Agora pense que você pode continuar usando o seu carro da mesma forma, mas sem gastar esse valor.

Existe um cara, um grande cara chamado Elon Musk, com esse desejo: acabar com a era do posto de gasolina.

4. 7 figuras históricas e suas doenças mentais | Listas descaralhantes #10, por Luciano Ribeiro (19,370)

Desde que o mundo é mundo, tem gente maluca andando por aí. Mas, por algum motivo, a gente acha que ser maluco é algo fora do normal, que pessoas com distúrbios mentais não conseguem encontrar um lugar na sociedade. Na realidade, a gente se assustaria se olhasse com mais atenção pra quantidade de pessoas excêntricas, esquisitas ou realmente loucas de pedra que contribuíram significativamente para a história da humanidade.

5. Bom dia, Sophie Howard, por Luciano Ribeiro (18,345)

Segunda-feira é foda.

Ontem estava tudo certo até que amanheceu hoje. E hoje é segunda-feira.

É compreensível, dá preguiça. A gente acorda e não sabe por que fazer o que faz assim que sai da cama, toma um banho e come um pão.

Então, hoje acordei pensando em uma razão específica para seguir no mundo. Nada de “ganhar dinheiro, pagar as contas, tomar umas cervejas”. Outra coisa.

Outra coisa melhor.

Link Dailymotion

6. Felicidade é fazer sexo; infelicidade é ficar no computador, por Fabio Bracht (17,822)

Quais são as coisas que te fazem ficar feliz? E as que você dificilmente está feliz enquanto está fazendo?

Se você for como a maior parte das mais de 5000 pessoas do mundo inteiro que participaram de uma pesquisa da Universidade de Harvard (ou, chuto eu, como a maioria das pessoas médias do mundo), o título desse texto deve estar fazendo muito sentido agora.

7. O cientista que tinha cerveja infinita em casa, por Fabio Bracht (16,900)

Niels Bohr.

Físico. Dinamarquês. Creditado por avanços mais do que significativos no estudo da estrutura do átomo. Trabalhou muito com mecânica quântica. Membro do time que desenvolveu a primeira bomba atômica. Ativista político. Origem do nome do elemento número 107 da tabela períodica, o Bóhrio.

Chato, né?

Até que ele ganhou o Nobel de Física e, com isso, uma casa ao lado da cervejaria Carlsberg. Com cerveja encanada.

8. Bom dia, Jessica Weekley, por Luciano Ribeiro (13,991)

A pequena Jessica tem jeitinho de final de semana.

Ela é a energia extra que surge depois de uma semana inteira de trabalho. Aquela que o motiva a passar a noite inteira acordado, conversando, bebendo, animado, passando algum tempo com os amigos ou, melhor ainda, com uma bela moça ao seu lado.

Ela é aquela garota de risada alta, de sacadas afiadas e cheia de novidades para contar.

É segunda-feira, eu sei. Ainda há longos dias pelas frente até que um novo final de semana chegue.

Mas aqui temos um gosto especial por pequenas trapaças.

Aqui o final de semana invade a sua segunda-feira e te dá bom dia.

9. A nudez não precisa ser sexual, por Alex Castro (13,712)

Pelas duas primeiras semanas de novembro, o Projeto Nu estará no Brasil, fotografando a nudez de nossas mulheres.

Você se candidataria à modelo? Não?

Por que não?

10. 6 maneiras de abrir uma cerveja sem um abridor de cerveja, por Fabio Bracht (13,310)

Você consegue abrir uma garrafa do bom e velho líquido dourado da felicidade usando apenas uma nota de um Real? Um isqueiro? Outra cerveja?

Está na hora de aprender a não depender de abridores de garrafa

Recomendação do Editor: PdH Sessions #3 com Tokyo Savannah

Nossa série de vídeos musicais continua crescendo e tomando forma. Para esta edição convidamos o Tokyo Savannah e os colocamos para tocar na oficina de renovação de móveis do Operário da Arte. Foi uma tarde foda.

Link Youtube | "A gente veio aqui não é pra dar lição pra ninguém, é pra tocar."


publicado em 06 de Dezembro de 2012, 16:26
Avatar01

Luciano Andolini

Cantor, guitarrista, compositor e editor do PapodeHomem nas horas vagas. Você pode ouvir no Spotify. Também escreve no Medium e em seu blog pessoal. Quer ser seu amigo no Facebook e Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura