"Eu me apaixonei pela Marjorie fazendo essa série. E isso pode acontecer. A gente é humano!" | Selton Mello mostra como é gostoso se apaixonar, mesmo depois do "não"

Ator e atriz foram ao programa do Serginho Groisman e ele contou o que deveria ser bem natural em nossas vidas

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Programa Altas Horas. Selton Mello e Marjorie Estiano como convidados. E lá pelas tantas, o ator conta:

 

"Vou dar um depoimento. Trago verdades, Brasil!

Eu me apaixonei pela Marjorie fazendo essa série (Ligações Perigosas). E isso pode acontecer, a gente é humano, acontece. Não aconteceu nada, viramos grandes amigos. Mas tenho uma admiração tão grande por ela. Acho ela a maior atriz da geração dela.

E foi lindo fazer esse trabalho, porque eu estava apaixonado por ela, pelo trabalho que ela faz. Ela é uma cantora extraordinária. Ela é apaixonante." 

E não tem como não ser mais natural que isso. A gente se enrola tanto pra falar de amor, principalmente no antes e no depois, quando ainda não sabemos se a pessoa vai nos corresponder, então guardamos, agimos conforme o jogo, colocamos a personagem pra trabalhar até que aconteça o "sim" ou o "não". E aí tudo alivia e, independente da resposta, voltamos a ser nós mesmos, o que sempre fomos. 

Igualmente é a situação depois da relação, tendo ela sido positiva (com um relacionamento começado e terminado) ou negativa (com o "não", o corte antes de o relacionamento acontecer). Damos tudo como enterrado, deixamos de falar, de trocar. 

E como é maravilhoso colocar essa verdade pra fora e, mais ainda, como é uma delícia falar sobre isso, sobre a derrota de não ter ficado, sobre o fracasso do namoro ou do casamento, de como foi bom o tempo em que estavam juntos ou, no mínimo, como era uma delícia a brincadeira antes da tentativa. 

O flerte é um momento tão especial que acabamos perdendo até parte da gostosura pena ânsia que dê certo. Colocamos em segundo plano o que deveria ser prioridade: a diversão, a graça, a leveza, a dissimulação mútua em forma de piada. Porque, depois que tudo está posto, às claras, a gente percebe que a fase da paquera é engraçada e deixa tudo sensível demais, corpo e mente. Atiçados, se coçando.

Então, se você tem alguém com essa situação, faça esse favor para vocês dois e conversem sobre isso, desse jeito leve e entendido de que passou e foi do caralho.

Porque amar é gostoso pra cacete, bicho!

Mecenas: Natura Homem

Natura Homem acredita que se mostrar vulnerável e demonstrar as paixões pode ser uma forma de se mostrar homem. Sem modelos a serem seguidos, sem colocar ainda mais pressão sobre os nossos ombros.

As nossas verdades, os nossos ritmos, os nossos jeitos de ser e estar no mundo. Seja homem? Seja você. Por inteiro. Natura Homem celebra todas as maneiras de ser homem.


publicado em 24 de Julho de 2017, 00:00
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: