Eu sou uma ninfa, ele é um executivo quarentão, o que faço?

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Pergunta:"Olá! Acho que seu nome é Rodrigo né? Mas prefiro te chamar de Dr. Love, pois
é disso que eu preciso! Alguém com muita especialidade no ramo.

Bem antes de falar sobre meu caso, quero lhe dizer que aprecio seu site pelo
bom humor e bom gosto, não sei se é só um tipo, mas vc esboça o típico homem
que toda mulher quer ter: bom gosto, inteligencia, atitude e requinte. E que, embora eu saiba que todo o conteúdo seja ilustrativo e recreativo, só tenho a vc para recorrer. Não há mais ninguém com bom senso para me dizer algo, então não seja escrachado na resposta heim, ela terá grande peso pra mim ; )

E a iniciativa do site foi muito boa, só não sei como vc arruma tempo pra
isso rs. Vamos lá, o negócio é seguinte: trabalhei durante dois anos perto de um
homem mais velho, ele uns 40 e tantos anos... Diretor de multinacional, simpático,
irresistível...

Eu 21, bonita, simpática, inteligente, uma ninfa rs... Me interessei por ele, começou "low", depois cresceu, alimentei muito este sentimento, virou fissura. Ele foi recíproco, desde o começo. Tanto que eu não tomaria a iniciativa de flertar com um homem tão ocupado e financeiramente estável, quer dizer, muiiiiiiiiiito estável, se é que vc me entende. Como ele deu esperanças, eu abracei, investi. E assim se passou 1 ano, eu olho daqui, ele de lá, ele sempre medindo, tinhamos uma linguagem própria, olhares que se perdiam em minutos que pareciam horas... Inclusive ao ponto
de algumas pessoas perceberem.

Com certeza neste momento eu já estava completamente certa de que poderia
acontecer algo. O que impediria uma menina de conquistar um homem? Sendo que ele já se
mostrava muito interessado?

O problema é que embora ele demonstrasse com todos os gestos sentir algo,
mesmo que fosse apenas desejo, ele nunca tomou uma iniciativa, foi quando eu
tomei uma. E não obtive um resultado satisfatório, nem parecia aquele mesmo
homem... Óbvio que depois disso me desculpei pelo equívoco e me distanciei.

Logo em seguida nossos caminhos se bifurcaram porque eu sai da empresa por
outros motivos e logo em seguida a empresa dele se mudou do prédio onde
ficava a minha empresa. Nunca mais nos vimos, nunca mais ouvi falar... Eis que depois de 5 meses, sonho com ele quase todas as noites e consequentemente não paro de pensar
nele.

Queria poder ve-lo, ter a chance de tentar conquistá-lo como se deve mesmo,
sei lá, um decote, um perfume marcante, gestos menos apaixonados e mais
sensuais... Sei lá, ser mais mulher e menos menina, mais objetiva e menos
apaixonada.

Seguindo a lógica de que sou mulher, ele homem e já que tivemos um
engajamento, não seria impossível, se eu soubesse entrar na hora certa e
lugar certo. A pergunta é: vc sendo homem e "expert" no assunto, o que vc me diz desta
situação? Porque um homem ilude uma menina sem dó? Já que ele sabia que não levaria
adiante?

O que eu poderia fazer para conquistá-lo na minha situação atual? Como
provocar um encontro sem ser taxativa? Agradeço muito sua atenção desde já! E vou aguardar ansiosa sua resposta.

Abraços"

- Juliana

Meu bem,

agradeço os elogios. Sinto lhe desapontar, mas meu nome não é Rodrigo - e mesmo que fosse, mistério faz parte do jogo. Quanto a seu caso, não se preocupe, vou ser bastante carinhoso em minha resposta. Leia com calma.

Agora, vamos sintetizar a história, para quem não leu tudo. Você é uma jovem profissional, talvez ainda cursando a faculdade e já tem renda própria. Até onde sei, é também uma garota atraente, com cabeça boa e acostumada a ter os homens da sua idade comendo na sua mão. Elogios diários não devem ser algo incomum em seu dia-a-dia.

Eis que o destino a coloca frente a frente com um homem diferente. Requintado, rico, poderoso, experiente e sem a arrogância ou empáfia que se poderia esperar de alguém nessa posição. Muito pelo contrário, ele se mostra simpático e acessível. Você já pode vê-lo na cama a seu lado, pode imaginar suas mãos acariciando aqueles cabelos grisalhos. Finalmente um homem de verdade.

Com certeza você não tem contato com muitos desse em sua rotina

Agora vamos para o outro lado da mesa. O sujeito é um gato escaldado, não sei do estado civil dele, mas sou capaz de apostar um braço que não anda passando por falta de pretendentes. A combinação de um cargo de alto nível a uma bela conta bancária moldaram hábitos de quem está acostumando a comandar, a exercer poder. E nós dois sabemos o quanto o poder é afrodisíaco.

Ao contrário de sua situação, ele tem contato com ninfas inteligentes e sensuais com bastante frequência, e pode apostar que grande parte delas também suspira ao vê-lo passar.

Suas perguntas irão se mostrar bem mais simples...

"O que impediria uma menina de conquistar um homem?"

Seduzir e conquistar são duas coisas completamente diferentes. A primeira seria levá-lo para a cama, quem sabe compartilhar alguns jantares juntos, talvez até um fim de semana num hotel fazenda. A segunda seria entrar no coração, tomar conta dos pensamentos dele e fazê-lo desistir de todas as outras.

A maioria dos quarentões está em estado tão frágil, anestesiados por anos de rotina familiar e trabalho frustrante, que seriam alvos fáceis para uma conquista. Mas não esse. Você pode até seduzí-lo, mas uma menina precisaria ser muito mulher para conquistá-lo.

"Porque um homem ilude uma menina sem dó? Já que ele sabia que não levaria adiante?"

Curioso. Realmente curioso como o mundo dá voltas. Sendo uma mulher mais atraente do que a média, suponho que muitos de seus amigos já se apaixonaram por você. Paixões veladas, paixões declaradas, não importa. O fato é que sua personalidade naturalmente seduziu outros homens, sem que você tivesse nenhuma intenção de levar o relacionamento para outr o nível.

Você está falando de um homem sedutor em uma posição de poder. É o sonho de milhares de mulheres, ele não precisa se esforçar para iludir suas pretendentes.

Lógico que existem outras hipóteses, ele pode ser apenas um cafajeste acostumado a partir corações de garotinha incautas. Ou então simplesmente não gosta da fruta. Linda, você ficaria surpresa se soubesse da quantidade de gays, discretos como espiões, que existem por aí.

"O que eu poderia fazer para conquistá-lo na minha situação atual? Como provocar um encontro sem ser taxativa?"

Hmmm... ninguém resiste a um segredo

Ligue para ele, caso tenha o número, o convide para um jantar, diga que tem um assunto para conversar com ele em particular, e diga também que é do interesse dele. Se ele falar que está ocupado, não se mostre ansiosa à procura do encontro. Deixe-o mencionar a possibilidade de se encontrarem em uma nova data.

Aja como se soubesse de algo precioso e que para você não faz a menor diferença deixar de contar. Mas ele tem muito a ganhar se ficar sabendo.

Caso consiga o encontro, vá elegantemente sedutora e jogue todo seu charme de mulher pra cima do quarentão. Quando ele quiser saber do motivo do encontro, seja sincera e diga que não iria se perdoar se não tivesse a chance de ter um encontro a sós com ele.

Ah, e não se esqueça de levar um Viagra, por precaução.

Dr. Love, consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas

MSN: dou.tor.love@hotmail.com

Deixe sua pergunta, comentário ou crítica no formulário abaixo. O tempo médio de resposta é de 10 a 15 dias devido a fila, que está crescendo pra caramba.

[CONTACT-FORM]


publicado em 14 de Abril de 2007, 16:19
92e8d9697a8dd2faf3d0bc4f9d3a08fc?s=130

Dr. Love

Consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: