Lançamos nosso primeiro ebook! Vem conhecer as 25 crises do homem (e como superá-las)

Eu xingo muito no Twitter

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Advertisement
    130x250 1 jpg

O surgimento de protestos de relevância bem duvidosa no mundo dos 140 caracteres me fez questionar o potencial do Twitter enquanto ferramenta “séria” de comunicação e movimentação social.

Apenas 20% da população brasileira possui acesso à internet em casa. Destes 20%, ainda precisamos filtrar os usuários que não utilizam o microblog. A estatística, aliada a liberdade extrema (qualquer um cria uma hashtag), por vezes faz do Twitter um ambiente caótico.

Apesar disso, a presença de políticos, orgãos do governo e grandes empresas torna o cenário indiscutivelmente poderoso.

Tive a oportunidade de comparecer ao TEDxCuritiba realizado no espetacular Museu Oscar Niemeyer. O evento recebeu o jovem Rene Silva, palestrante que apresentou o seu “Voz da Comunidade”. O projeto, por sí só, é bastante desafiador e possui um papel importantíssimo na vida dos moradores do Complexo do Alemão.

Link YouTube | Tem mais aqui, aqui e aqui

Eis um exemplo de quem usa o Twitter muito bem. Não só para divulgar as matérias do jornal, mas para cobrar autoridades e orgãos responsáveis pela região onde o jornal atua.

O próprio Rene mostra-se empolgado quando conta que, certo dia de manhã, no caminho até a escola, twittou a respeito de uma rua cheia de buracos. No mesmo dia, após sair da aula, no caminho de volta, já havia uma equipe trabalhando para consertar a rua. O mesmo ocorre com semáforos quebrados e outros problemas que poderiam levar meses até que fossem sanados, mas que são resolvidos rapidamente em virtude da repercussão dos comentários feitos pelo @vozdacomunidade. O perfil hoje possui mais de 56.000 seguidores.

Fato é que nós ainda estamos longe de entender que interligados somos muito maiores. O conceito de “rede social” vai muito, muito além de ferramentas como Twitter e Facebook, como palestrou brilhantemente o Augusto de Franco, no mesmo evento.

A gente chega lá.


publicado em 28 de Julho de 2011, 11:02
Eduardoamuri

Eduardo Amuri

Cuida da grana e das operações do PapodeHomem e do lugar, além de oferecer consultoria financeira para pessoas e empresas. Se interessa pela nossa relação com o dinheiro. Mais aqui: amuri.com.br


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: