Fomos à Fábrica da Volkswagen em São Bernardo conhecer a nova Saveiro

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Recebemos um convite da Volkswagen para conferir em primeira mão o lançamento da nova Saveiro na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

A imersão por um dia na filosofia da gigante alemã faz de qualquer visitante um fã, tanto da estrutura fabril quanto do utilitário. O grupo dispensa qualquer introdução. Possuir as marcas Bugatti, Bentley, Audi, Lamborghini, Seat e Skoda já é um belo cartão de visitas.

Crachá de entrada, máquina fotográfica confiscada temporariamente por normas de sigilo industrial, fui então em direção ao ônibus que iria fazer o tour pela fábrica.

Ônibus?

A fábrica de São Bernardo

É na verdade uma “cidade” com aproximadamente 16 mil pessoas distribuídas numa área total de 1.851.935 m2, dos quais 1.091.407 m2 são de área construída (entendeu a necessidade do ônibus?).

Foi a primeira estrutura fabril da Volkswagen instalada fora da Alemanha. Foi inaugurada oficialmente em 18 de novembro de 1959 sucedendo então sua antiga unidade fundada em 1953 num armazém alugado no bairro do Ipiranga, em São Paulo. Esta antiga unidade realizava a montagem do Fusca Sedan 1200 e da Kombi, com componentes importados da Alemanha.

Na fábrica Anchieta são produzidos:


  • Gol,

  • Fox Exportação,

  • Polo,

  • Polo Sedan,

  • Saveiro e

  • Kombi.

Atualmente, a capacidade de produção diária é de 1.300 unidades.

Entre as atividades realizadas na fábrica estão:


  • estamparia,

  • armação da carroceria,

  • pintura,

  • montagem final,

  • fabricação de motores,

  • caixas de câmbio e

  • centro de pesquisa – além do planejamento e desenvolvimento de novos produtos.


volks2

A estrutura é surreal. Um dia não é o suficiente para visitar todo o complexo. Se alguma vez você for trabalhar na VW e encontrar alguma gatinha dando sopa em algum dos setores, peça telefone na hora ou correrá o risco de nunca mais vê-la na vida. Não adianta também pensar "Ah ela tem um Fox, depois deixo um bilhete feromonial no carro dela", pois a maioria dos funcionários veste a camisa e tem carros da marca.

A presidência é munida de poderosas Touaregs, os executivos de velozes Jetas e por aí vai.

Uma vez dentro da linha de produção e montagem me senti seguro para comprar qualquer carro da marca. Robôs de última geração a todo vapor contornando chapas e moldando materiais com precisão milimétrica, roldanas levando e trazendo os componentes dos carros por todos os lados, tudo coexistindo harmonicamente.

Os robôs são encarregados da parte casca-grossa e também por diminuir a jornada de trabalho humano, além de encurtar o prazo de entrega de cada carro manejando materiais extremamente pesados, moldando chapas, soldando junções.

Fiquei atento em algumas marcas dos robôs que trabalhavam nas peças, para pesquisar e dividir essa curiosidade com vocês. Uma delas é a KUKA (foto abaixo), que no segmento de robótica é a maior empresa na Alemanha, a segunda na Europa e a terceira no mundo.

volks-kuka
"E aí? Vai sair hoje com a KUKA do setor D?"
"Nada, cara, ela disse que eu sou muito previsível"

Os funcionários de carne e osso também estavam 100% focados no trabalho, em ritmo frenético, inclusive várias mulheres trabalhando, umas até bonitas por sinal.

Enquanto eu percorria os corredores e labirintos intermináveis de cada setor, fazendo comentários leigos do tipo

"Ei, esse robô se parece com o Daileon do Jaspion",

lá estavam eles elas, sem ao menos notar a minha presença, dando acabamento nos modelos, fazendo auditoria, aplicando painéis e revisando os últimos detalhes para cada modelo chegar supimpa na sua casa.

Eu poderia discorrer sobre essa trajetória do grupo e setores da fábrica, mas o hotsite de 50 anos da VW com certeza fará melhor que eu. Depois de longas caminhadas e de um almoço caprichado, eis que chega o momento chave da visita, a apresentação da Nova Saveiro.

A Área Restrita da Volks

A ala de Projetos e Desenvolvimento, onde o carro seria apresentado, é  restrita – até mesmo os funcionários de outros setores precisam de autorização prévia. É neste prédio que visitei que fica toda a diretoria do grupo no Brasil, e também algumas informações mais confidenciais.

A sala de apresentação virtual é a mais moderna da VW no mundo.

Uma tela gigantesca com atributos em 3D fez com que todos ficassem boquiabertos enquanto os líderes do projeto dessa nova promessa explicavam o conceito do utilitário e modificavam em real-time as texturas e pinturas da nova Saveiro que apareciam em tamanho real na telona. Sim, você leu certo, em tamanho real.

volks4
Apresentação da nova Saveiro numa tela que reproduz a máquina em tamanho real

Para explicar esse conceito, vou pegar carona na pergunta que eu fiz para um dos colaboradores da VW.

Qual o significado do nome Saveiro?

Eis a resposta:

"Saveiro é uma embarcação flexível que serve tanto para pesca (trabalho) quanto para o lazer (casual), normalmente a construção de um Saveiro dispensa o uso de um complicado projeto com muita alegoria".

Foi justamente o significado do nome que fora aplicado ao projeto.

Tudo sobre os modelos Trend e Trooper

O desenho da nova Saveiro preza pelo equilíbrio e desempenho. Ser robusta e ainda assim bonita, sem ser perua. O objetivo do utilitário é servir o engenheiro civil que o utiliza em obras durante o dia e depois estica sua jornada para o happy hour em grande estilo. Ser veículo de frota de uma construtora, manejada por um peão de obra, com a carroceria carregada e resistir ao batente bravamente. Ter como dono um surfista e armazenar a prancha da galera, mesmo que seja longboard, pois agora a carroceria é maior.

volks5
Saveiro Trooper com as rodas de aço pretas de fábrica (acima)
e Trend azul

As versões que eu conferi foram a Trend e Trooper com motor 1.6, que será a motorização padrão. Ambas com cabine estendida mostraram um espaço interno amplo, com uma bela folga atrás do banco do motorista. Também haverá a opção de cabine simples, porém não tinha nenhuma por lá para avaliar.

Internamente o volante, o painel de instrumentos, o design das saídas de ar, o console central e o câmbio são iguais ao do Gol e Voyage. Usa e abusa dos plásticos duros de boa qualidade e há porta-trecos com localizações estratégicas. O que chamou atenção foi a janela corrediça traseira com moldura interna que melhora a vedação da cabine.

Outra boa nova é a suspensão, item muito importante quando se trata de um utilitário.

A dianteira é a mesma do restante da família (independente McPherson com barra estabilizadora), mas a traseira agora é a mesma utilizada no Golf, porém reforçada, assim a boa base garante segurança para as 20 mulheres que você pretende colocar dentro da caçamba no carnaval. Eu disse caçamba e não capô, ok?

Infelizmente não rolou test drive ou, como eles dizem, "best drive". Mas eu fiquei amarradão na versão Trooper, que teve como inspiração as rodas da pickup média Robust, apresentada no salão do automóvel (um sucesso de crítica).

Além do dia que estava super agradável e da atenção dos colaboradores da VW (que praticamente escancararam as portas da fábrica para nós), quando estava indo embora vi um Bentley em testes! Lucky day.

Ah, o novo modelo do Fox vai ser lançado em outubro. Os preços variam de R$30mil a R$38mil.

Para quem comentar: cartão McGyver

Não precisa de frase bonitinha, ideia original, história engraçada, nada disso.

Basta deixar um comentário e estará concorrendo a um cartão multifunções da marca Suiça Victorinox customizado para a Nova Saveiro. São 13 funcionalidades a la Magaiver.

O sorteio será realizado na quarta, dia 9/9.

EDIT: Resultado da promoção

random-volks

De acordo com o site random.org (screenshot acima), o ganhador é uma ganhadora.

"Será que está muito tarde pra concorrer?"

Fabiana,envie seu endereço para receber o cartão. Agradecemos a todos pela participação!

brinde-chaveiro-suico

Quer saber quem mais visitou a fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo?

Leia os outros relatos:

No Trânsito | Autozine | Dormiu | OMEdI | Anderson Costa | Mundo Veloz | Motor S/A | Com Limão


publicado em 04 de Setembro de 2009, 19:08
4c3ae75fb3872acc3495e973e9249f85?s=130

Rodrigo Carlomagno

Rodrigo Carlomagno é publicitário dono de 7 multinacionais e 2 mineradoras. Explora mais de 2000 filipinos ilegais que moram no Brasil sem passaporte. Precisa de mão de obra barata? Fale com ele.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: