Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

FPS dublado, Arte de Censura e Galinhas usando LSD

Para fechar o domingo e começar a semana bem, 3 vídeos fora do normal que espalharam pela internet essa semana.

Deu a louca nos FPS

FPS (first-person shooter) é sigla para: jogos de tiro em primeira pessoa em inglês, jogos como Doom, Quake, Counter-Strike, etc.

O primeiro vídeo foi uma experiência bem maluca e uma idéia criativa. O que aconteceria se os personagens de jogos de FPS comentassem o jogo? Bem, essa dublagem da primeira fase do jogo FEAR talvez responda essa pergunta de uma forma bem humorada.

Confira o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=B0sIitfmj9s

Arte com Barras de Censura

557003725_9a3da4231f_m.jpg
Assim não da pra saber se é macho ou fêmea.

Sabe aquelas barras de censura usadas para esconder partes íntimas? Uma galera mandou bem e resolveu fazer um vídeo com várias delas criando desenhos e outras situações divertidas. Não tem muito o que falar já que o vídeo é auto-explicativo. Divirta-se:

https://www.youtube.com/watch?v=q9jf0U5Pm7M

Galinhas não usam LSD (espero que não)

chick.png
Não, isso não é gemada.

Indo ainda mais longe, pessoal da Domino's na Austrália foi além criando a Techno Chicken, o que em português soaria como a "Galinha Techno". A promoção lá era a seguinte: peça um prato especial de frango para entrega e receba um código para baixar um toque de celular da galinha mais hilária da internet. A propaganda foi ao ar na TV em um spot de 15 segundos, mas você pode conferir aqui a versão completa de 2 minutos.

https://www.youtube.com/watch?v=OvZrhdy2UdY


publicado em 15 de Junho de 2008, 18:38
91fbfbc90492fb923241c8ba72ec2b3b?s=130

Gus Fune

Hacker de viagens, se tem wi-fi pode ter certeza que ele ainda chega lá se já não foi. Trabalha de qualquer canto cuidando da Epic Awesome e fazendo suas próprias regras.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura