Ganhe dinheiro criando notícias falsas

Fake It To Make It, o game que vai te colocar na pele dos autores de fake news.

Esse título poderia, perfeitamente, estar em um site de notícias falsas. E, bem... essa notícia é mesmo falsa. E funciona como uma. Há um quê de verdade, mas só o suficiente pra você clicar.

Afinal, vamos mesmo apresentar um esquema para ganhar dinheiro com notícias falsas. Só que no universo do jogo que queremos apresentar, o Fake It To Make It.

Já comentamos aqui outras vezes que há uma nuvem negra pairando sobre a internet e ameaçando os ideais da web como um espaço democrático, no qual as informações e o conhecimento se espalham sem fronteiras: as fake news.

As principais redes onde essas notícias se espalham funcionam por algorítmos cuja ênfase está, a grosso modo, em gerar audiência para mover as rodas da publicidade que, por sua vez, é de onde vem a receita.

Algumas pessoas notaram que essa poderia ser uma ótima fonte de renda, bastava que, pra isso, elas escrevessem notícias com grande apelo emocional, que fizesse grupos-chave compartilharem os links loucamente. 

O resultado é que, de repente, a desinformação se tornou lucrativa. Afinal, Essa lógica de operação não leva muito em conta o quê está sendo usado como gancho para o surgimento dessa audiência.

Amanda Warner, inspirada por eventos reais, nos quais alguns garotos macedônios começaram a lucrar criando notícias falsas para serem espalhadas em grupos de apoiadores do Trump, desenvolveu um jogo chamado Fake It To Make It.

Basicamente, você usa o navegador para simular a criação de um site de fake news para lucrar com isso. 

O resultado é que o game é uma ótima ferramenta para entender como funcionam os sites de notícias falsas.

Claro que, como é dito na página que explica o conceito do game, ter tantos detalhes sobre o funcionamento e implantação desses sites pode acabar influenciando outras pessoas a produzirem seus próprios sites, mas a autora acredita que conhecer em detalhes os recursos que os criadores de notícias falsas usam para espalhar desinformação pode ser útil para que as pessoas aprendam a se proteger.

Assim esperamos.


publicado em 27 de Março de 2017, 20:39
Avatar01

Luciano Andolini

Cantor, guitarrista, compositor e editor do PapodeHomem nas horas vagas. Você pode ouvir no Spotify. Também escreve no Medium e em seu blog pessoal. Quer ser seu amigo no Facebook e Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura