Gol é o novo Chuck Norris

Logo que vi o tema da nova campanha da Volkswagen - Verdades sobre o Gol - pensei: "Correio atrasado." A inspiração veio da já lendária Lista de Fatos do Chuck Norris.

"Ah, todo mundo conhece essa lista, isso é coisa velha. A campanha deles foi pouco criativa!"

Errado. Prepare-se para um caso de marketing bem-feito.

Esse é um post patrocinado escrito por um sujeito que dizia não gostar do Gol. Eu ele também estava errado.

Essa campanha agressiva e linkada numa referência pop da internet é um belo passo no trabalho de imagem do Gol, que já estava ficando enraizado a uma imagem tradicional, previsível. Tradição vende. Mas no mundo automobilístico, potência vende muito mais.

O hotsite Verdades sobre o Gol já está no ar há um bom tempo e já recebeu quase 10.000 verdades enviadas pelos usuários. Mais do que a lista dos Cardoxerxes Facts.

As animações abaixo são interativas, selecionei as três melhores para vocês. Se acompanha a PapodeHomem pelo RSS e não consegue vê-las, venha para o site, vale a pena.

Verdade # 1132







Verdade # 332







Verdade # 361







Verdade #2007 [minha nova favorita]







Envie sua verdade

Os fãs do Gol podem enviar suas verdades para o site Verdades do Gol. E também depoimentos de casos reais e aventuras vividas no seu Volkswagen. As 20 melhores irão se transformar em adesivos que vão circular por todo o país. Envie a sua aqui.

A verdade do PdH

verdadesgol2

"No dia em que o Caveirão do BOPE foi pro conserto, o Capitão Nascimento não subiu a favela a pé. Ele subiu de Gol."

Será que ganho?


publicado em 15 de Novembro de 2007, 08:47
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura