A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Grandes artigos e ensaios dos melhores jornalistas e escritores do mundo!

É esse o alarde do título que faz o site The Eletric Typewriter, local onde são publicadas grandes matérias e reportagens escritas por autores fodaralhaços que conhecemos no mundo do jornalismo.

Gay Talese é um dos criadores do chamado "Novo Jornalismo" (ou jornalismo literário, e seu auge foi ter escrito o perfil de Frank Sinatra, intitulado Frank Sinatra está resfriado (Frank Sinatra has a cold), um texto delicioso de ler em que ele montou o perfil sem trocar uma palavra sequer com o cantor, apenas entrevistando amigos, empregados e familiares. Tem texto dele no The Eletric Typewriter.

Link Texto | Cá temos o perfil "Frank Sinatra has a cold" traduzido e integral. Boa leitura

Tom Wolfe é provavelmente o maior expoente do New Journalism e chegou a publicar em 1973, junto com E.W. Johnson, uma coletânea de novo jornalismo,  intitulada The New Journalism, que continha textos de escritores e jornalistas como Truman CapoteHunter ThompsonNorman MailerGay TaleseJoan Didion, entre outros, todos escritos com essa pegada de jornalismo incorporando técnicas literárias e se transformando, por assim dizer, em literatura. Tem texto ótimos dele lá no site citado.

Hunter Thompson todos conhecem. Criador co chamado Jornalismo Gonzo, Thompson era um maluco que gostava de escrever e, como obra mais conhecida, temos o vibrante Medo e delírio em Las Vegas, livro em que o nosso Thompson conta como ele escapou de escrever uma matéria sobre corrida de carros em Las Vegas e passou dias na cidade do pecado com um conversível cheio de drogas no porta malas. Tem coisa dele no site.

David Foster Wallace foi um escritor que morreu novo, em 2008 (aos 46 anos), mas que nos deixou uma obra fantásrica de romances e livros de não ficcção. Seu trabalho mais conhecido é o livro Infinite Jest:

Infinite Jest é um romance estranho. Eu estava falando com um aluno ainda essa semana. É um livro que corre muitos riscos. E não só do jeito chique e cômodo de “correr riscos” que é comum às “vanguardas” que contam com aceitação automática das suas panelinhas. Risco MESMO.
De parecer feio.
De parecer velho.
De parecer bobo.
De parecer autoajuda. (Uiuiui)
De ser essas coisas todas ao mesmo tempo em que é novo, lindo, inteligentíssimo e profundo.
Infinite Jest é um livro que leva quase todo leitor que vai até o fim a reconhecer que aprendeu coisas ali, sobre a vida mesmo.
Coisas tipo filosóficas. Autoajúdicas…?
Caetano W. Galindo - Blog da Companhia das Letras

Sim, tem textos dele lá.

Johnny Depp foi grande amigo de Hunter Thompson e interpretou o escritor na adptação pro cinema de "Medo e delírio em Las Vegas"
Johnny Depp foi grande amigo de Hunter Thompson e interpretou o escritor na adptação pro cinema de "Medo e delírio em Las Vegas"

Se não quiser se ater a nomes, mas sim prestar atenção na escrita, dá pra você ler de um outro jeito:

150 Grandes Artigos e Ensaios

A coleção do melhor do jornalismo, ensaios e narrativa de não-ficção.

100 Grandes Livros de não-ficção

Uma centena deobras de não-ficção, narrativa e jornalismo em forma de livros clássicos.

Lista foda deparada por temas!

Só aqui já tem leitura pra vida todinha.

Sim, o site é gringo e a leitura só pode ser feita em língua inglesa (a não ser que a coragem seja tanta a ponto de ler com a tradução automática do Google. Não é das mehores, mas olha lá que até dá, hein).

O que eu posso dizer sobre uma iniciativa tão maravilhosa como essa, de organizar grandes textos escritos sob a ótica do novo jornalismo e adjacentes. Só agradeço a paciência de quem faz e a de quem leu esse artigo.

Obrigado.


publicado em 09 de Maio de 2013, 07:00
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura