Hoje é o Dia Mundial do Backup. Você já fez o seu?

O que você faria se perdesse tudo?

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Asm selo png

Hoje, mantemos praticamente toda a nossa vida em alguma forma de armazenamento digital. Celulares, tablets, câmeras, notebooks, PCs, Macs, videogames... esses dispositivos, apesar de serem desenvolvidos com o pensamento em algum nível de confiabilidade e segurança, a verdade é que eles não são infalíveis.

Além disso, não são apenas falhas de projeto que podem afetar seus aparelhos. Você pode perdê-los, ser roubado, eles podem sofrer acidentes ou ser infectados por vírus que afetem seu armazenamento.

Infelizmente, a vida é cheia de surpresas que nem sempre são do tipo que faz a gente abrir um sorriso.

A verdade é que costuma acontecer do pior jeito. Você está lá, feliz da vida, trabalhando. Às vezes, é um trabalho que consumiu meses de pesquisa, um TCC ou artigo científico. Mesmo que seja só um telefone roubado com fotos da viagem ou um notebook com um HD que pifa. Perder seus dados nunca é legal.

A única forma de prevenir esse problema é o backup.

Ou seja, manter uma cópia recente dos seus arquivos importantes (fotos, vídeos, documentos, e-mails, mensagens, agenda de contatos, etc) em mais de um lugar.

Hoje, 31 de março, é o Dia Mundial do Backup. Uma data pensada para lembrar as pessoas sobre esse problema que é muito mais comum do que gostaríamos de admitir: o da perda acidental de informação.

Link Youtube

A regra é clara. Faça Backup.

Não depois.

Agora.

Já.

O site oficial deles ensina a fazer o backup, passo-a-passo, pra ajudar você nessa tarefa. Clique aqui.

Não, não feche a aba.

Faça agora.


publicado em 31 de Março de 2017, 00:05
Logo pdh png

Redação PdH

Mantemos nosso radar ligado para trazer a você notícias, conversas e ponderações que valham o seu tempo. Para mergulhar na toca do coelho e conhecer a visão editorial do PdH, venha por aqui.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: