Imagem de Penélope Cruz é eleita a mais sexy do mundo

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

O troféu anual da revista Esquire coroou, como já é tradição e motivo de refestelo para a homarada, uma imagem.

Nesse ano a construção vencedora é aquela associada a uma mulher de quarenta anos chamada Penelope Cruz, nascida na Espanha em vinte e oito de abril de 1974.

Primogênita da casa, tem um irmão mais novo cantor, Eduardo, e uma irmã mais nova e também atriz, Mônica. Aos quinze, Penelope estrelou um clipe brega latino chamado "La fuerza del destino", seu provável primeiro trabalho de maior projeção. Seus amigos a chamam de Pe.

É casada com um homem batizado Javier Barden. De criação católica tradicional, filha de uma cabeleireira e de um mecânico, ela doou seu primeiro salário de um filme feito em Hollywood para a fundação assistencial de Madre Teresa. No começo dos anos 2000, ela fotografou crianças tibetanas no Nepal, para uma exposição visitada pelo Dalai Lama.

Mãe de Leonardo e Luna, Pe anda distante dos holofotes e afirma que família é tudo para ela. Publicamente, tem defendido a importância da amamentação materna com grande empenho.

Fora essas linhas pobres, chuto que ela seja tão temperamental e cheia de obstáculos internos, travas e receios como qualquer outra mulher – ou homem.

A imagem na capa da Esquire me brilha o olho, confesso, e rodou o mundo em manchetes mil de ontem pra cá.

Mas prefiro a mulher sem pestanejar; essa não precisa ser eleita a mais sexy do prédio nem do bairro, basta ser real. Sorte do Javier.

Eis Penelope, a mulher associada à imagem eleita como mais sexy do mundo

Após dar a luz, com seu marido na praia
Após dar a luz, com seu marido na praia


publicado em 14 de Outubro de 2014, 09:04
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: