Ingressos para o show do Aerosmith em SP (cortesia PapodeHomem + Antarctica Sub Zero)

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Asm selo png

É, meus caros, nós conseguimos 3 pares de ingressos para a comunidade PdH.

Continue lendo para saber como chegar sem pagar nada no show do Aerosmith em São Paulo, dia 29 de maio (sábado), às 21h30, no estádio Palestra Itália (Parque Antártica).

Uma formação rock 'n' roll

"It's like, have you got the balls? If you were waiting for an elevator and the door opened up and there was two people in there fucking, would you get on?" –Steven Tyler
["Você tem culhões? Se a porta do seu elevador se abrisse com duas pessoas trepando, você entraria no meio?"]

Você sabe por que um cachorro lambe as próprias bolas? Porque ele pode. Ouvi isso do Steven Tyler em um documentário na MTV na época em que fiz uma caixa especial com divisores de isopor para os CDs do Aerosmith que comprava um a um em diferentes lojas. Demorou para completar a discografia, incluindo a clássica Pandora's Box (eu tenho a primeira versão, maior).

Época boa... A 89.1 FM ainda tocava rock e a gente tinha paciência para ficar horas esperando aquela música com a fita K7 no ponto certo para completar nossa seleção do mês. Minha primeira bateria tinha pratos invisíveis e as almofadas da sala serviam de caixa, tom-tom e surdo. Treinava todo dia, tentando imitar o pouco que eu via do Joey Kramer nos videoclipes.

É impressionante como até hoje eu monto a bateria nos mesmos ângulos que ele e sei absolutamente todas as viradas de "Movin' Out", do primeiro álbum, uma puta música que já mostrava tudo o que o Aerosmith passaria 40 anos explorando: Steven cantando em cima dos riffs do Joe a la AC/DC, melodias com muita ênfase no ritmo (Steven Tyler é baterista) e letras sobre liberdade e putaria.

Link YouTube | Dê play antes de continuar lendo

Pois é essa a verdadeira formação que acontecia por trás do aprendizado musical. Eu sacava o poder de um grupo de amigos quando o Tom Hamilton falava do Brad Whitford ou o Steven elogiava o Joe – e depois formei minha primeira banda para testar se aquilo era real. Ainda virgem, pirava ao ver aquele magrelo afeminado fazendo a dancinha de "Rag Doll" e depois comendo uma rua inteira (lembram da cena do Tyler dando tchau para as garotas bem no fim do videoclipe?).

A vida começava a abrir as pernas. Possibilidades surgiam: "É, talvez sexo no elevador seja uma opção, talvez existam alguns brinquedos imaginários no sotão das pessoas, talvez eu consiga transformar sofrimento em senso de humor igual ele faz...".

Eu não precisava nem pensar nestas questões, bastava o tesão de ouvir, assim que voltava da escola, "Young Lust" e "Voodoo Medicine Man" (do Pump), "Rats in the Cellar" e "Get the Lead Out" (do Rocks), ou aquelas versões quebradeira de "Mother Popcorn" e "Rattlesnake Shake".

Depois ganhei outras referências, mas nunca esqueço do gás que o Aerosmith me deu na vida.

As músicas que compus, o pedestal cheio de trapos que dei de presente para o vocalista da minha banda, as baquetas assinadas pelo Joey Kramer. E a lendária 6ª série, quando as mãos começaram a despertar durante o beijo, processo facilitado pelos bailinhos no escuro, sempre ao som de "Amazing" e "What it Takes". Todo orgulhoso, eu pedia para um amigo dar play em "Crazy" exatamente quando eu estendesse a mão para uma garota, chamando  junto com o Steven Tyler: "Come 'ere baby". ;-)

"Rock 'n' Roll is about a backbeat you can fuck to, but it's also about saying 'fuck you' to people who don't get off on freedom. We're protecting our right to rock." –Steven Tyler
["Rock 'n' roll é uma batida de fundo para o sexo, mas é também uma questão de dizer "Foda-se!" pra quem não quer aproveitar a liberdade. Estamos protegendo nosso direito de <escolha-sua-tradução>"]

Você merece entrar de graça no show do Aerosmith?

A Antarctica Sub Zero (www.antarcticasubzero.com.br) está patrocinando a vinda do Aerosmith. Nós temos 3 pares de ingressos reservados para vocês. Olha a economia: o valor de cada ingresso é R$ 250,00!

Para concorrer, deixe um comentário relatando uma cena (ou história) rock 'n' roll na qual uma música do Aerosmith lhe serviu de trilha sonora. Para os menos vividos, vale inventar, desde que cite uma canção deles.

Pode ser algo curto. Vamos avaliar apenas com o critério "rock 'n' roll", além do bom português, óbvio. Se você não for de SP, só participe se estiver disposto a viajar se for o ganhador – como o show sairá de graça, compensa.

No Twitter, basta seguir @subzerorocks para saber de outras promoções.

O concurso aqui no PapodeHomem será encerrado quarta, dia 26/5. Os 3 ganhadores receberão os ingressos em casa.

É isso. Conte sua história e vamos lá berrar "Dream On" com esses velhinhos.


publicado em 21 de Maio de 2010, 02:57
Gustavo gitti julho 2015 200

Gustavo Gitti

Professor de TaKeTiNa, colunista da revista Vida Simples, autor do antigo Não2Não1 e coordenador do lugar. Interessado na transformação pelo ritmo e pelo silêncio. No Twitter, no Instagram e no Facebook. Seu site: www.gustavogitti.com


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: