Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

James Kingston e seu parkour extremo

James Kingston é um cara que gosta de ir ao limite da coisa. Praticante de parkour, ele é chamado lá na gringa de Daredevil, que, aqui no Brasil, foi traduzido como "demolidor", o famoso herói da Marvel que, mesmo cego, perambula pelo bairro da Cozinha do Inferno, em Nova Iorque, sobre os prédios.

Há aqui dois vídeos bem fodas que ele fez com uma câmera GoPro acoplada em sua cabeça. No primeiro deles, James Kingston filmou a si próprio subindo mais de 76 metros de estrutura, em um guindaste e, lá no topo, ele se pendura como se fosse brincadiera de criança. A façanha aconteceu em Southampton, Hampshire, sem o auxílio de qualquer equipamento de segurança visível.

Link YouTube | Repare que James chega a ficar seguro apenas com uma mão e, de quebra, mostra um sorriso gigante

Nesse último, vemos um passeio "comum" para ele, saltitando por entre prédios e topo de casas, se pendurando em estrutura metálicas e transpõndo obstáculos sem nenhuma proteção. Só o vídeo já dá certo transtorno e um quase medo. Mas, para ele, parece ser só um exercício matinal.

Link YouTube

Em todas as matérias que li sobre ele, há essa frase que parece causar uma conclusão positiva em quem lê:

“Eu não vou até o topo de prédios para morrer, mas para viver”

Para saber mais sobre o maluco escalador inglês, dá pra ver coisas em seu Facebook, canal do YouTube e Instagram.

james-kingston
james-kingston
james-kingston
james-kingston

james-kingston


publicado em 05 de Julho de 2013, 16:45
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura