Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Meu caso é muito curioso

Perdi minha virgindade com uma prostituta que nao era da maior \r\nprocedência. Eu tinha 13 anos. A camisinha estourou.

Pergunta: "Perdi minha virgindade com uma prostituta que nao era da maior
procedência. Eu tinha 13 anos. A camisinha estourou.

Entao vieram os sintomas da aids algum tempo depois. Aos 14 tive minha
primeira herpes. Na época rolava muito aquela história de aids ser doença
homossexual e que a nao ser que houvesse uma ferida no pênis, o homem nao
pegava a aids e o fato de minha mae ter herpes manifestada desde cedo me
acalmaram e eu nao fiz teste algum, até pelo fato de ser muito novo e nao
ter carga emocional para suportar.

O tempo passou e os sintomas continuaram  a aparecer. Furúnculos, gripes, recorrência de herpes e micoses. Estou com 21 anos fui a um dermatologista e ele apontou um grau leve de lipodistrofia mas sem comentar em HIV.

Entao fui pesquisar a respeito, vi algumas fotos de  graus leves de lipodistrofia e confirmei.
Isso foi a gota d'agua, ali foi como receber o diagnóstico positivo. Os sintomas sao todos, nao é um isolado, sao muitos mesmo. Incluem pele do corpo com tendencia ao ressecamento e pele do rosto e couro cabeludo  oleosas.

Mas o teste deu negativo. E eu nao acredito nele.

Eu estou certo que estou com o vírus pelo fato de eu ter feito um
retrospecto dos últimos anos pude detectar a progressao da doença, e
tambem inclui perda da capacidade de se bronzear.

O que pode ter ocorrido? Meu teste pode ter sido trocado ou entao ocorrido
alguma falha de reaçao?

Muito obrigado."

Olá, caro e confuso leitor,

Pude perceber pelo seu relato o mal que a desinformação e a “auto-busca” do conhecimento podem fazer a uma pessoa.

Minha opinião é: você não está com AIDS.

barquinhos
Você está mais confuso do que os barqueiros do Rio Nilo

E fundamentá-la-ei abaixo.

Comecemos pelas suas manifestações sintomáticas que você atribui ao HIV...

- Herpes não é e nunca foi sintoma de AIDS

Herpes é uma infecção que pode ser genital ou oral, causada por um vírus diferente. As recorrências estão relacionadas à imunidade sim, mas podem ser independentes do HIV. E você não pegou esse herpes da sua mãe, deve ter adquirido de outra forma. Por que afirmo isso?

A infecção herpética transmitida durante o parto geralmente MATA a criança, por isso que herpes genital na mãe em atividade na hora do parto é indicação de parto cesariano. Outro dado sobre o Herpes no HIV. Ele se manifesta com freqüência e duração aumentadas quando o paciente já se encontra em estágio de imunossupressão. Voltarei a esse tema mais adiante.

- Furúnculos e gripes são manifestações de inúmeras doenças

Por que você afirma que são da AIDS ? Não há como provar.

- Micoses podem ter ou não relação com o HIV

Perigoso você afirmar que é por causa dele.

- Poderia citar uma lista imensa de sintomas da AIDS

Mas você citou a lipodistrofia, vou colocar aqui as manifestações dermatológicas da AIDS (Retiradas do livro “Doenças Infecciosas e Parasitárias”, de Mauro Schechter e Denise Marangoni (esta foi minha professora de Infectologia, na Faculdade de Medicina da UFRJ)):

- Infecções virais (herpes, varicela-zoster, citomegalovirus, molusco contagioso, verrugas)
- Infecções fúngicas (candidíase, dermatofitoses, criptococose, histoplasmose)
- Infecções bacterianas (piodermites, micobacterioses, angiomatose bacilar)
- Desordens proliferativas (eczema seborreico, psoríase, ictiose adquirida)
- Desordens neoplásicas (Sarcoma de Kaposi)
- Outras (Exantema, leucoplasia pilosa, Prurigo, estrófulo, escabiose, pneumocistose)

Enfim, tem uns nomes aí que até eu teria que pesquisar melhor para te explicar, mas eu não encontrei lipodistrofia como manifestação do HIV.

Você deve estar então se perguntando: Mas vários dos meus sintomas estão associados ao HIV. Como não tenho AIDS?

Para explicar porque eu apostaria em outra causa que não o HIV, tenho que fazer uma recapitulação das fases da doença.

A Infecção pelo HIV geralmente se manifesta em 3 fases:

1 – Síndrome de Soroconversão:

É uma síndrome aguda que ocorre logo após o contágio, num período de cinco dias a 3 meses. Ocorre algo parecido com um estado gripal, com melhora rápida.

2 – Fase assintomática:

Não ocorrem manifestações clínicas. É onde a maioria dos portadores de HIV se encontram. No máximo ocorre uma linfadenapatia persistente.

3 – Fase sintomática:

Começam a ocorrer os sintomas oriundos da imunossupressão, as chamadas “doenças” oportunistas. Se não tratado adequadamente, o indivíduo pode evoluir para óbito de forma acelerada.

Coloquei esta frase em negrito para finalmente explanar o porque de eu achar que o seu exame foi correto e você não tem AIDS. Pois se estas fossem manifestações tardias, ou seja, da fase sintomática da AIDS, você provavelmente não estaria há 6 anos manifestando tais sintomas. Provavelmente nem estaria mais entre nós, entende? Pois já em fase sintomática, e sem tratamento, seu quadro teria evoluído para óbito, de forma acelerada.

As estatísticas sobre a duração da fase assintomática da AIDS são as seguintes: 4% desenvolvem a fase sintomática com até 3 anos de infecção. 50% terão desenvolvido após 10-12 anos. Felizardos 10-15% não terão desenvolvido a doença após 20 anos. Os outros se perdem nas estatísticas entre os 12-20 anos.

Mas o melhor conselho que posso te dar é o seguinte. Em Medicina nada é sempre e nada é nunca. Se você ainda tem dúvida, repita a sorologia, e o faça por duas vezes. Porque se as duas forem negativas, você pode até querer se convencer que estão erradas, mas o fará erroneamente.

E procure orientação médica, ao invés de ficar se martirizando. Você deve viver um inferno há 6 anos, e é bem possível que esteja fazendo isso de forma desnecessária.

Abraços

Dr Health, lutando sempre pela saúde. Doença, só pelo Flamengo (Libertadores 2008, aqui vamos nós).

PS: No mesmo dia que escrevi esse artigo, o leitor postou sua história em um artigo que eu havia escrito sobre AIDS relatando sua história. Reconheci pela coincidência de dados, e ele infelizmente me deu a entender que sua sorologia deu positiva.
Caro leitor, primeiramente, assim como os exames podem dar falsos-negativos, eles podem dar falsos positivos. Por isso o diagnóstico de AIDS deve ser feito com DUAS sorologias positivas. Foi isto o que aconteceu?
Pois se não foi, recomendo que faças DUAS sorologias.
Caso tenha sido isto o que aconteceu, fico gratificado de ter escrito que nada em Medicina é 100% e tudo depende de confirmação.
Espero sua participação nesse artigo para que possamos discutir eventuais dúvidas sobre esta doença, que, se tratada, permite vida produtiva.

publicado em 29 de Novembro de 2007, 16:22
7375567d0f2c379b7588ce618306ff6c?s=130

Mauricio Garcia

Flamenguista ortodoxo, toca bateria e ama cerveja e mulher (nessa ordem). Nas horas vagas, é médico e o nosso grande Dr. Health.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura