A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Meu probleminha...

Pergunta:"Olá pessoal. O meu problema é o seguinte, um amigo meu apresentou uma garota que trabalhava com ele, quando fui fazer uma entrevista na empresa. Até ai sem problemas, depois disso ele passou o msn, orkut, gtalk dela.

Ai começamos a conversar MUITO (todos os dias, várias horas direto), rolou uma "afinidade", certo? Na semana passada eu fui fazer outra entrevista lá e no dia ela estava sendo demitida, ai na volta perguntei se ela queria que eu a esperesse, ela aceitou voltamos conversando (trabalho, a demissão), tomamos um suco e tal, depois daquele dia continuei falando por msn com ela diariamente. Chamei ela pra sair (cinema) e acabou não rolando por alguns problemas, ela tinha que ir a um compromisso de família.

Eu e meu sócio propomos pra ela uma sociedade em nossa empresa, ela aceitou e amanhã vou em uma gráfica perto da casa dela, e vamos nos encontrar pois preciso entregar um cd pra ela e explicar sobre o programa. Conversamos sobre tudo, as coisas que eu gosto são as mesmas das delas, mas ultimamente tenho diminuido o rítimo das conversas pois logo mais viro o melhor amigo dela, e além disso ela fica contando os problemas com a família e tal.

Como devo proceder amanhã, pergunto do tipo do homem que ela gosta, tendo beija-lá, o que faço galera, ajudem-me. Ela tem 19 e eu 17, e ela já teve um relacionamento com um cara mais jovem que acabou traindo ela e não dando valor, já faz tempo. Como faço pra puxar esse tipo de assunto que "interessa", entendem? Tenho medo de fazer algo precipitado amanhã.
Obrigado desde já."

- Mateus

Caro Mateus,

como ponto positivo destaco sua iniciativa de chamar a gatinha para caminhar com você após ser demitida. Depois já emendou um convite para o cinema, tudo isso é bom e mostra que você não tem medo de tomar uma certa iniciativa. Além disso, você já sabe que ficar com muito papo vai colocar você na zona do amigo fofinho, bonitinho, inofensivo.

No entanto, há alguns problemas. Primeiro, esse papo de msn/orkut/gtalk/derivados é uma faca de dois gumes. As pessoas se abrem mais - em todos os sentidos - mas a conversa tende a ficar morna com o tempo. Se possível, evite tudo virtual. Converse pelo telefone, de preferência pessoalmente.

Continuando, não entendi porque vocês ofereceram a ela uma sociedade na empresa. Que tipo de empresa é? Ela será útil de verdade ou tem apenas um belo par de olhos? Ficar paparicando e oferecendo "presentes e agradinhos" é uma das piores táticas possíveis. Tomara que não seja esse o caso.

Sobre ela já ter tido experiência ruim com outro cara mais novo, ignore. Mostre com suas ações - e não com suas palavras - que você tem personalidade própria.

E finalmente, sobre a pergunta central... não há assunto que "interessa". Existe uma conversa descontraída. Uma boa conversa significa troca de histórias. Histórias engraçadas, histórias espontâneas, casos reais de sua vida. Ao falar, procure tocar nela, sem exageros, lógico. O toque é uma das formas de comunicação mais poderosa que existem.

Não vou te dizer quais os assuntos bons, mas sim quais devem ser evitados. Tudo que seja rotineiro ou que lembre sentimentos e emoções negativas deve ser evitado. Nada de papo sobre trabalho, morte, doença. religião, política, hospitais... Mantenha a conversa leve e com uma energia boa.

https://www.mic.gr/%5CdbImages%5C28983_1.jpg A receita é velha, garota rindo é meio caminho andado...

Para aumentar o nível de intimidade da conversa, vá abaixando o tom de sua voz e se aproxime fisicamente, aumentando cada vez mais o contato olho-a-olho. Você vai sentir se há ou não abertura. Não precisa e nem deve ficar pressionando. Leia a situação, se tiver abertura, vá para o beijo. Caso não, combine uma saída outro dia. Você pode perder a batalha, mas a guerra continua, meu amigo.

Dr. Love, espalhando o amor pelo mundo

Deixe sua pergunta, comentário ou esculhambação no formulário abaixo, ok.

[CONTACT-FORM]


publicado em 02 de Março de 2007, 17:02
92e8d9697a8dd2faf3d0bc4f9d3a08fc?s=130

Dr. Love

Consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura