Miro, um mediacenter do caralho

Buenas, cabrones. Venho com uma dica rápida.

Esses dias baixei um mediacenter que botou todos os outros que usava no bolso. Ele se chama Miro.

Além de fazer o básico como um bom player - centraliza seus arquivos, permite busca rápida e é bem intuitivo - ele brilha mesmo nas funções extras. Sua barra de pesquisa permite buscar em uma série de sites como YouTube, Google Video, Daily Motion e Mininova. Após localizar um vídeo em uma dessas redes, você pode baixá-lo em HD e assistir na hora, direto do próprio Miro. Aliás, sempre que possível ele busca a versão em HD.

Essa é a interface do Miro. Observem a barra de pesquisas.

Essa é para os fanáticos por séries...

O Miro permite que você baixe Torrents diretamente, em alta velocidade. Junte a isso o site ShowRSS, que gera Feeds para downloads atualizados periodicamente de suas séries favoritas. Você adiciona o endereço do Feed no Miro e ele baixa todos os novos episódios, automaticamente.

Na prática, você deixa o seu lap ligado e conectado à web, sai pra trabalhar e ao voltar pra casa encontrar todos os novos capítulos, em HD, te esperando.

O Miro é feito pela organização sem fins lucrativos Participatory Culture Foundation com o fim de tornar o mundo mais aberto e colaborativo. Portanto é 100% gratuito. Dá gosto de ver iniciativas como essa. Para apoiar o trabalho deles aceitei até mesmo mudar minha página inicial.

Bom, já chega de babar ovo do programa. Recomendo o download. E caso saibam de algo ainda melhor ou tenham dicas de outros softwares, compartilhem.


publicado em 10 de Janeiro de 2011, 10:09
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura