Mulher Moderna, função 30h

Esse negócio de ser multi-facetada (a mulher de hoje é esposa, amante, mãe, profissional bem sucedida, tem dentes brancos, seios firmes, celulite sob controle, gosta de exercício físico e deseja a rotina sexual de uma garota de programa) é um saco!

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

A vida de mulher moderna é complicada, com muitos detalhes que se relacionam e que deixariam nossa bisavó cansada só de pensar.

Esse negócio de ser multi-facetada (a mulher de hoje é esposa, amante, mãe, profissional bem sucedida, tem dentes brancos, seios firmes, celulite sob controle, gosta de exercício físico e deseja a rotina sexual de uma garota de programa) é um saco!

mulher-moderna
Quem dá conta do recado?

Pô! Por que tem que ser tudo junto? Não dá para escolher uma linha de ação e se dedicar só a ela até alcançar a excelência? Não, não dá…

Quando você escolhe ser mãe e dona de casa por tempo integral, por exemplo, por mais que se esforce fica com a pecha de mulher sem iniciativa. Não adianta provar que exerce uma das atividades mais desafiadoras que existe, administrando (geralmente com poucos recursos) as finanças da família, os andamentos da casa e educando seres humanos até a vida adulta (gente! Eu disse educando! Vocês têm idéia da dificuldade apresentada?).

A maioria das pessoas - seu marido, seus conhecidos, as outras mulheres e, muitas vezes, você mesma! - ainda te olha como se você fosse uma parasita, preguiçosa, que vive às custas do homem.

Então, você escolhe ser uma profissional bem sucedida, se dedica aos estudos e à carreira e chega aos 35 anos no topo. Mas, você está solteira… nãnaninanão… “solteiro” é um termo usado para os homens. Você, que é mulher, está mesmo é encalhada. Ninguém te quis, é por isso que você não casou. Vai tentar provar, por A mais B, que você escolheu permanecer solteira! Ah… isso é papo de mulher encalhada, querendo se auto-consolar.

mulher-moderna2

Por isso, a maioria da mulherada opta pelo “tudo-junto-ao-mesmo-tempo-agora”.

Você faz faculdade, já pensando na pós, no doutorado e no mestrado também, mas não descuida se pintar um compromisso afetivo sério, pois, afinal, se deixar pra mais tarde, pode ser que não apareça ninguém legal. Aí, a gente casa, provavelmente no espaço de tempo entre a pós e o doutorado. E não demora a encomendar os filhos, uma vez que o tempo corre contra nosso organismo, nossos óvulos envelhecem e a maternidade pode vir a se tornar algo impossível de se realizar.

É isso mesmo! Vivemos – a grande maioria das mulheres vive – atoladas até o pescoço e, numa parte substancial do tempo, nos sentindo ineficientes e culpadas. Não dá para ser “mãe excelente” e “profissional excelente”. Não dá tempo! Sim, aquele tempo medido no relógio mesmo, aquele mesmo tempo que divide nosso dia em 24 horas .

Putz… quantos homens você vê lamentando que o dia tem 24 horas? Compare, agora, com o número de mulheres que você vê fazendo isso. Acho que só esse exercício pode te dar uma pequena idéia do que estou falando.

Mas, não se esqueça que a mulher moderna é mais do que “mãe” e “profissional”. Ela também é uma “grande amante”. Isso! A libido não pode baixar! Mulher moderna e saudável tem a libido na estratosfera. Ah… é bom, também, que a gente saiba fazer um strip tease que deixe nosso parceiro uivando de tesão (hahahaha… dá pra acreditar nisso? é esta “aula” que encontramos na revista Nova desse mês).

Isso significa que, depois de mais ou menos dez horas de trabalho, quatro horas de estudo e uma hora e meia de academia de ginástica, a gente tem que chegar em casa, dar atenção de qualidade a nossos filhos (hahahaha… vou ter um treco de tanto rir), fazê-los dormir e, logo depois, colocar o maridão pra uivar de tesão. Que gracinha!

Claudia Lyra é uma mulher de quase quarenta anos, mãe, esposa, filha, irmã e dona de cachorros. Trabalha e estuda na área de Direito. Tem riso fácil e gargalhada escandalosa.

E também escreve no ótimo É a mãe! . Vai lá conhecer.


publicado em 12 de Novembro de 2007, 10:47
Caaaa32ab6b4a09f970caa410d78db6d?s=130

Claudia Lyra

Claudia Lyra ainda não nos disse nada sobre ele. Sim, também estamos curiosos.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: