Google Maps + bundas: paixão nacional

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

"A bunda, que engraçada.
Está sempre sorrindo, nunca é trágica."
–Carlos Drummond de Andrade, poeta
"Ê rabão!"
–Carlão, pedreiro

Não tem jeito. Do fundão da aula do Santo Inácio às portas do pelourinho, da Daslu à Casa e Vídeo, ela coleciona fãs e vira assunto por onde, rebolativa, passa. Ela está na TV, na capa das revistas, na passarela do samba, nos show de rock, na lista de pedidos das americanas para Papai Noel. Ela devia vir com um botão de curtir. Bunda, paixão nacional.

Não sei se foi Ziraldo ou o Millor quem falou que bunda tem que fazer sombra (tanto faz, esse papo deve ter surgido em uma rodada de whisky no Pasquim). Mas agora, para ganhar respeito, uma bunda tem que ter mais. Precisa estar no www.paixaonacional.org, site que armazena fotos de bundas enviadas pelo público, tagueadas de acordo com o lugar onde foram registradas – mais uma aplicação prática para a tão falada tendência de geolocalização na internet.

O conteúdo é flagrado por aí e enviado por qualquer um que seja apreciador, segundo seus próprios critérios de qualidade, afinal toda bunda merece seu lugar ao Sol. Tem espaço para o bumbum melancia, pêra, arrebitado, redondinho, tanajura, para a falsa magra, para a raimunda ou até mesmo para o bumbum de lua (aquele que, dependendo do ângulo, dá para ver as crateras). Quem modera é o público, que vota dizendo se gostou ou não. Mas o site não pretende deletar as menos admiradas, por isso apela para o bom gosto dos colaboradores.

Machismo? Falta de respeito? Ou mais uma extensão virtual da realidade? Afinal, confessa vai, você já olhou para trás para conferir uma bela bunda que passou, não? E certamente já cutucou um amigo pra que ele pudesse ver e comentar também. Agora imagine que você viu uma figura calipigia na rua e quer muito mostrar para um amigo que não está ali agora, ou mesmo está em outro estado ou outro país, ou você acha que essa bunda é tão sensacional e quer compartilhar essa visão com o mundo. Agora você pode. O site é assim uma cutucada virtual. No amigo, não na bunda.

Quer colaborar com o Paixão Nacional? Prepare a câmera do celular, acione a geolocalizaçao e fique atento. A qualquer momento pode surgir um flagrante a ser clicado. Afinal bunda, todo mundo tem – menos as já citadas americanas e minha prima, que deixa a dela em casa com medo de ser roubada. E para dicas de como habilitar a geolocalização no seu aparelho ou para interagir com o pessoal do site, siga @bundanacional no Twitter.

Homens, imagino que fotografaram algumas deliciosas no Carnaval, mas é melhor esperar ficar sóbrio para melhorar seu critério de escolha antes do upload. Mulheres, da próxima vez que disserem que sua bunda tem latitude e longitude, confiram se vocês não estão no Paixão Nacional antes de se ofender.


publicado em 10 de Março de 2011, 08:41
78fbafe42f8682840cf28f6dbc19c2fb?s=130

Bruno Pimentel

Trabalha com redes sociais na NBS, acha que o que é bonito é pra se mostrar e, acima de tudo, é um nacionalista.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: