Nesse fim de ano, é melhor correr

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Temos muita dificuldade em conciliar o fim do ano, as festas, as viagens e essa correria toda que vem junto com a temporada de comemorações a alguma atividade física. Acabamos nos perdendo no meio de tantas funções sociais, e lá se vai o tempo que teríamos reservado para fazer nossa manutenção diária no corpo.

Quando viajamos, então, tudo parece ficar ainda mais difícil. Obviamente vamos preferir descansar os pés na areia da praia a procurar uma academia para treinar.

Mas quem precisa de academia? Mesmo sem carregar nenhum extra na mala, você tem todo o necessário para fazer um ótimo exercício -- a corrida.

A saúde é reflexo do que fazemos com o corpo

Corrida para todos os momentos

O bom da corrida é que não precisamos de um lugar específico. Podemos correr descalços na areia da praia, ou em qualquer rua da cidade interiorana onde mora sua avó. Correr dispensa muito conhecimento e traz inúmeros benefícios. Não é necessário viajar com equipamentos ou roupas especiais; qualquer roupa pode servir para fazer o seu corpo trabalhar um pouco.

Mesmo aqueles que não têm a mínima facilidade com a corrida podem se beneficiar, alternando aos poucos entre caminhadas e corridas, fazendo o corpo suar um pouco e queimar aquela rabanada que comeu na noite de natal. Corridas chegam a gastar 20 calorias por minuto. Se fizer de 30 a 60 minutos por dia, os exageros do natal vão passar despercebidos.

Link YouTube | Gosto muito desse comercial como inspiração

Correr não serve apenas como atividade física e consolo para a orgia alimentar dos jantares natalinos. Você pode correr para conhecer melhor as ruas da cidade que mora ou visita, para aproveitar melhor a praia ou para se afastar um pouco das histórias que aquela tia chata conta sobre a sua infância. Inclusive para afastar você dos problemas que ficaram e que você não faz questão de lembrar enquanto está de folga.

Correr faz você se inserir no miolo da cidade, vendo as coisas como outros turistas não conseguem. Então te deixo esta dica: corra. Em todo lugar. Não importa. Apenas levante-se, saia correndo e volte daqui a pouco.

 


publicado em 28 de Dezembro de 2011, 08:10
12596172 10153389055960906 1551523976 n

Alberto Brandão

É analista de sistemas, estudante de física e escritor colunista do Papo de Homem. Escreve sobre tudo o que acha interessante no Mnenyie, e também produz uma newsletter semanal, a Caos (Con)textual, com textos exclusivos e curadoria de conteúdo. Ficaria honrado em ser seu amigo no Facebook e conversar com você por email.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: