O cientista que tinha cerveja infinita em casa

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Niels Bohr.

Físico. Dinamarquês. Creditado por avanços mais do que significativos no estudo da estrutura do átomo. Trabalhou muito com mecânica quântica. Membro do time que desenvolveu a primeira bomba atômica. Ativista político. Origem do nome do elemento número 107 da tabela períodica, o Bóhrio.

Chato, né?

Chato pra caralho

Até que ele ganhou o Nobel de Física e, com isso, uma casa ao lado da cervejaria Carlsberg. Com cerveja encanada.

Uma torneira de cerveja em casa, meus amigos. E Carlsberg, ainda! Recompensa por anos de trabalho árduo sendo gênio em uma pesquisa física fundada em parte pela Carlsberg Foundation. Nada mais justo que eles puxarem um cano diretamente da cervejaria até a casa do cidadão. Nada mais justo.

Tipo isso, só que com cerveja. Carlsberg, ainda!

Anos de cálculos por uma torneira de cerveja. E depois dizem que é chato ser cientista.

(Ah, e um Prêmio Nobel também. Mas quem liga?)


publicado em 13 de Novembro de 2012, 16:56
File

Fabio Bracht

Toca guitarra e bateria, respira música, já mochilou pela Europa, conhece todos os memes, idolatra Jack White. Segue sendo um aprendiz de cara legal.\r\n\r\n[Facebook | Twitter]


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: