O deserto mais seco do mundo, alagado | Na Estrada #30

Talvez, no futuro, quando o clima do mundo entrar definitivamente em parafuso, lembremos de quando o deserto do Atacama alagou

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

O deserto mais seco do mundo está completamente inundado, enlameado, intransponível. 17 mortos, centenas de desaparecidos, milhares de desabrigados.

Talvez, no futuro, quando o clima do mundo entrar definitivamente em parafuso, lembremos esse marco:

"Depois que o atacama inundou em 2015, as coisas nunca mais foram iguais. Daí pra diante, não teve mais salvação."

Na cidade de Copiapó, quase atolamos, mas conseguimos passar. O rio Copiapó transbordou e quase lavou a cidade do mapa. Todos os veículos circulam absolutamente enlameados, todas as pessoas, com máscaras no rosto.

Vale a pena lembrar: essa é a região mais seca do MUNDO.

Dormimos em Caldera, na costa do Atacama. Apesar de a cidade não ter sofrido danos, havia um toque de recolher às 21h.

Demos meia volta. Não conhecemos San Pedro de Atacama nessa viagem. Cruzamos os Andes de volta à Argentina em Mendoza.











* * *

Continuamos em Caldera, no Deserto do Atacama.

A rodovia Panamericana, também chamada de Ruta 5, estava interrompida um pouco ao norte, na cidade de Chañaral, onde o rio Salado transbordou. Os ônibus para o norte mal e mal recomeçaram serviço e já estavam todos lotados até 6 de abril.

Passamos por Copiapó, pegamos um pouco de lama e nosso motor em dez minutos começou a fazer um barulho esquisitíssimo e a aquecer.

Por algum motivo químico-geológico que ninguém sabe explicar direito, a areia do deserto, quando molha, transforma-se numa lama super dura que, basicamente, entope os motores.

Assim, paramos aqui Caldera por dois dias, para limpar o carro de alto a baixo.

No dia seguinte, demos meia volta e partimos rumo ao sul, em direção a Valparaíso, mas tivemos que passar de novo por Copiapó. 

Abaixo, um vídeo absolutamente impressionante e inacreditável da força do rio Salado transbordando em Chañaral.



publicado em 26 de Abril de 2015, 00:05
File

Alex Castro

alex castro é. por enquanto. em breve, nem isso. // esse é um texto de ficção. // veja minha vídeo-biografia, me siga no facebook, assine minha newsletter.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: