A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

O Fantasma da Ex me Assombra!

Pergunta:"Caro Dr Love, em primeiro lugar quero agradecê-lo pelos conselhos e
atenção que me deu. Seus conselhos são sábios, engraçados mas
certeiros, hehehe.

Recentemente lhe mandei um e-mail contando um puta problema. Sempre
falo a mesma merda, namorei 9 anos bla bla bla bla... a mina largou de mim e
me trocou por um cara babaca pra cacete! Tanto que as próprias amigas dela não
acreditam.

Enfim, tirando minha dor de cotovelo dos infernos (e de corno,
vai saber, rs) , isso ja passou um ano e pouco. Já saí, putanhei pra cacete,
fiz a festa. Mas vira e mexe o fantasma da ex me vem a cabeça. Tenho
sonhado com ela até com uma certa frequencia. Pra ser bem honesto, não
tenho raiva dela.

Tenho paquerado, dado umas funfadas por aí sem compromisso, curtindo a vida. Mas uma coisa fica em minha cabeça. Após um ano sem ver minha ex sinto uma saudade daquela
danada. Ainda tenho uma certa mágoa dela pelo modo como me tratou no fim do
nosso namoro.

Fico pensando: Será que esses nove anos pra ela passaram, foi bom, pronto e acabou? Fui o primeiro homem da vida dela, durante 9 anos e pouco. É fuueda. Talvez ela quisesse viver a vida. E eu preciso viver a minha.

Ah Dr Love, tá fodão encontrar uma mulher que se
possa confiar. Todas só querem dar, eu pego, eu vô. Mas aí, pra namorar?
Nem a pau. A gente começa a ficar mais experiente com certas atitudes. E
esse fantasma da ex hein? Saudades, infelizmente.

E não posso nem sonhar em ligar pra ela. O Namorado dela é tão Zé que se eu fizer isso ele dá nela e vai me torrar o saco ligando em casa como ja fez uma vez. Bom, to vivendo,
trabalhando, estudando... mas essa $%#@ de fantasma da ex me enche as
paciências. Eu amei muito essa mulher. Isso é dose né!?

Mesmo assim, em breve será o aniversário dela. Mesmo sabendo
que não devo ligar fica aquele pensamento na cabeça. O dia dos namorados
passou e eu sozinho. Pensei nela. Pra falar a verdade, não há um dia que
não pense nela.

A última vez que tentei falar com ela, nossa, foi um desastre. Ela ligou da casa do namorado, com o cara do lado perguntando: O que que vc quer? No dia seguinte quem me ligou foi o doido do namorado, um cara ciumento, inseguro... até dei uns conselhos pra ele antes de mandá-lo
a merda.

Hehehe... enfim, to nos 30 anos, curtindo, saindo, mas não encontrei ninguém interessante o bastante pra ter algo sério. Quase pintou, até te mandei algo a respeito, mas não foi dessa vez. O que fazer nesse caso Dr? Dá uma força aí."

- Demetrius

Caro Demetrius,

você está no Vácuo Emocional.

Encerrou um relacionamento enorme, rompendo uma porrada de vínculos e expectativas afetivas que cultivou durante anos. Do dia pra noite, não tinha mais colo pra dormir no sofá vendo seu time jogar na TV, não tinha mais compania para o cinema, não tinha mais foda garantida.

Oh, não, o fantasma da Ex novamente!
fantasma

O homem é um bicho em constante auto-afirmação. Quando ele tem uma mulher que o satisfaz, se torna muito mais tranquilo e confiante. Sente-se poderoso e sereno, como um rei que alcançou o prêmio merecido.

Com o fim do namoro, sua coroa vai pro lixo. Você é obrigado a retornar à selva e disputar cada pedaço das jovens e vistosas gazelas ombro a ombro com os outros guerreiros.

Alguns homens retornam com facilidade a esse estado natural de combate. Outros ficam presos ao passado, melacólicos, lembrando de todos os privilégios que tinham quando eram reis. Quanto mais experiências amorosas você já teve, mais fácil sair do vácuo.

No seu caso, os trinta anos também pesam. É a idade na qual o homem começa a pensar em casar sem fazer cara de que comeu jiló estragado. Você olha para aqueles comerciais de Margarina e fica desejando ter em casa uma bela mulher e um pirralho fedorento que caga, come, chora e dorme o dia inteiro.

Está inclusive dando um risinho estilo "hehe, é verdade" ao ler esse trecho.

Como essa mulher é sua única referência de "rainha", é natural pensar nela. Além disso, você tirou o selo de inauguração dela. Ensinou de tudo na cama. E poucas coisas nos deixam tão putos quanto saber que todos nossos anos de dedicação e treinamento intenso foram parar na mão de outro.

Mas a grande verdade mesmo é mais embaixo. Tem mais a ver com ego do que com conquista. Você está mais interessado em voltar a ser rei do que, especificamente, em tê-la de volta. Se arranjar outra capaz de preencher o vácuo e te colocar de volta ao trono, vai ficar tão satisfeito quanto. Não tenho dúvidas sobre isso.

Voltar para uma mulher que está ocupando sua cabeça 24h e que te tratou mal é como enfiar um pepino com amêndoas na sua entrada de serviço. Nada bom.

Você vai estar cheio de expectativas, vai abrir mão de parte de seu orgulho e ainda vai querer acertar as contas pelo que ela te fez passar no final do namoro, porque está claro em sua mensagem que ainda guarda ressentimento.

Se quer achar outra mulher de calibre, saia da putaria e passe a frequentar outros lugares. Cafés, livrarias, festas de amigos, onde for. Terminar com ex e partir pra substitutas meia-boca só te faz lembrar o que perdeu.

Nesse momento, a pergunta em sua cabeça é "o que devo fazer para reconquistar minha ex". Ao fazer uma pergunta, sua mente *vai* ficar ruminando até encontrar respostas, fatos e dados que justifiquem suas ações.

O que precisa fazer é substituir essa pergunta por outra: "o que devo fazer para conseguir uma mulher muito melhor do que minha ex".

Seu objetivo para o aniversário dela deveria ser comemorar na cama. Com uma nova namorada. Mais gata. Mais gostosa. Mais inteligente. E que não fique com ciúmes quando você estiver no motel e quiser dar parabéns para sua ex com o viva voz ligado.

Dr. Love, consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas

Msn:dou.tor.love@hotmail.com

Visite a nova sessão Dr. Love em nosso fórum !

Use o formulário abaixo para enviar sua pergunta.

[CONTACT-FORM]


publicado em 03 de Julho de 2007, 19:38
92e8d9697a8dd2faf3d0bc4f9d3a08fc?s=130

Dr. Love

Consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura