Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

O futuro da política no PapodeHomem e nosso agradecimento a vocês

Nos últimos quatro meses falamos mais de política do que nos sete anos anteriores de nossa história.

 

Chega de reclamar, é hora de ocuparmos a política com postura propositiva
Chega de reclamar, é hora de ocuparmos a política com posturas propositivas | Fotos por Franklin Lopes

Ano passado o bicho da manifestações nos mordeu e todos fomos às ruas. E esse ano prestamos bastante atenção no puxão de orelha dado pelo Leandro Olímpio, no artigo "4 práticas para melhorar nossas conversas sobre o Brasil":

 

(...) Acho, por exemplo, essa história de que estamos todos no mesmo barco e somos uma grande família algo que dialoga bastante com o pensamento pós-moderno. E acho que isso diz muito sobre essa discussão aqui.
Na minha opinião, isso explica porque o PdH, de modo geral, ignora as discussões e debates políticos que estão estourando em nossa cara desde Junho de 2013, não conseguindo fazer a conexão entre os temas mais gerais da sociedade e aqueles mais internos, mais subjetivos de cada indivíduo.

Ouch!, pegou em cheio. O comentário dele virou discussão interna, das pesadas, entre todos nós. Com essa crítica em mente, resolvi puxar duas novas séries de conteúdo:

 

1. "Sonho Brasileiro da Política"

Uma parceria com a pesquisa de mesmo nome, que é sem fins lucrativos e suprapartidária, e busca entender a relação do jovem brasileiro com a política. O estudo tem o intuito de dar luz a novas mentalidades, novas forma de participação que já estão acontecendo e de influenciar a sociedade a compreender e se relacionar com a política.

Você pode ver a pesquisa completa aqui. Estive no MASP durante o lançamento, foi demais.

Por meio da parceria com a rede deles, publicamos cinco artigos:

 

Números totais da série: 19.497 leitores, 65 comentários, 1.274 compartilhamentos

 

2. "Para entender política"

Série por meio da qual pretendemos elucidar, de maneira apartidária, conceitos políticos básicos para que possamos ter diálogos mais produtivos sobre esse tema tão importante. Afinal, é bem difícil palpitar quando não sabemos do que estamos falando.

Aqui estão os quatro excelentes textos escritos pelo Thiago Trung:

 

Números totais da série: 20.738 leitores, 110 comentários, 2.677 compartilhamentos

* * *

Além desses, publicamos ainda outros dez textos isolados sobre política:

 

 

Temos orgulho em dizer que as ações listadas nesse artigo são o nosso cartaz, um ano depois | Foto por Pedro Fonseca
Temos orgulho em dizer que as ações listadas nesse artigo são o nosso cartaz, um ano depois | Foto por Pedro Fonseca

Somando tudo, foram 23 artigos, 1.795 comentários, 3:51 de leitura média nos textos e 354.870 leitores.

Dá pra falar de política sem morrermos de tédio então? 

Agradecimento aos parceiros Sonho Brasileiro da Política, Ano Zero e Pública

Dá sim, descobrimos na prática – ainda que mais ódio do que gostaríamos tenha transbordado.

Para o futuro fica a certeza de que precisamos sustentar as bandeiras da alfabetização política e do diálogo cada vez mais lúcido e humano. Pretendemos nos focar em conteúdo de base, educacional.

Pois estamos todos no mesmo barco e somos, tal qual ensina nossa época, políticos. Agradeço imensamente a vocês que de alguma forma se conectaram com a proposta, comentando, compartilhando e criticando. Saibam que é só o começo.

Grande abraço!


publicado em 28 de Outubro de 2014, 21:47
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura