O último dia antes do Fim do Mundo

O Gilberto Knuttz, do Uêba – Os Melhores Links e Cybervida – Realidade Digital, lançou um meme-concurso-jabá, com o auxílio do Daniel Bender: Acabe com o mundo e concorra à um PowerBall. Esse artigo é a entrada da Revista Papo de Homemnapromoção.

O texto abaixo retrata como seriam as minhas últimas horas antes do fim do mundo.

10:00

Domingo.

Doce manhã...
acordar-cedo

O despertador do meu celular me acorda. Aberto o botão Soneca pra curtir mais 5 minutinhos.

10:15

Aperto o botão Soneca de novo.

10:30

Acordo. Meu amigo João me liga. Ele trabalha na Bolsa de Valores e sempre está por dentro do que rola:

- Tenho uma notícia quente pra você.

- Manda, seu viado.

- O mundo vai acabar.

[silêncio]

- Porra, João, te falei pra não fumar mais de um ontem à noite! Você parece criança, caralho, quantos você enrolou, seu débil mental?

- Vai te fuder, é sério mesmo. Fiquei sabendo por uma fonte de dentro...

- De dentro de seu ânus, imagino.

- Não, dessa vez não. Aqui de dentro "da turma"... lembra que te falei que tem um grupinho secreto aqui na Bolsa, onde só circulam informações quentes?

- Hum...

- Pois é. Ontem depois que fumei o terceiro...

- Sabia, porra! Você fumou três, toda vez que fuma mais de um vem com esses papos retardados às 7 da manhã!

- Não fode, merda! Cala a boca e escuta. Depois que tava chapadão, o pessoal resolver esticar na casa de umas mulheres aí, essas vagabas, sabe. Chegamos lá, cada um pegou uma e foi prum quarto. Acontece que a minha era irmã do cabeça "da Turma".

Será verdade que o mundo vai acabar?
fim-do-mundo

- É, como tu sabe?

- Porque ela me disse.

- Ah, sei. A mulher virou pra você e falou: "João, meu irmão é cabeça de um grupinho secreto da bolsa de valores, legal, né??"

- Mais ou menos.

- Mais ou menos o quê, porra?!

- err... ela falou que eu era o cara mais escroto e nojento pra quem ela já deu, e que só fez isso porque o mundo ia acabar hoje, o irmão dela tinha acabado de ligar avisando.

- Ôpa, agora a coisa mudou de figura. Se a mulher te chamou de escroto nojento pelo menos uma coisa nessa história já é verdade. O que mais ela disse?

- Ela tava meio chapada, sabe, mas parece que o fim do mundo tem algo a ver com o Bush ter apertado algum botão errado na última visita dele ao Pentágono. Aparentemente ele confundiu a sala de armamento atômico com o toalete e fez merda, literalmente falando. Até a meia-noite de hoje, todo o arsenal nuclear vai se auto-detonar.

- Hum... fudeu.

- É, fudeu.

- Quem mais sabe disso, João?

- Só você e eu.

- E a tal mulher chapada que te contou?

- err... ela meio que morreu...

- O quê? Tu matou ela, sua anta?

- Foi sem querer, cara! Na hora em que ela me contou a notícia, o efeito da maconha tava muito forte. Eu fiquei desesperado e tentei pular da janela do apê. Aí ela foi me segurar e no meio da confusão eu meio que fiquei do lado de dentro e ela meio que caiu pela janela...

- Puta merda. Como você consegue ser assim? Faz o seguinte, fica aí que vou fazer umas ligações e mais tarde passo na sua casa.

- Tudo bem. Vou dar uma dormida que minha cabeça tá doendo demais.

11:00

Hora de providenciar recursos
dinheiro2

Ligo pro Alfredo, um hacker amigão meu:

- Fala, Alfredão. Tô precisando de um favor seu.

- Manda, truta.

- Tem como tu colocar cem milhões de dólares na minha conta hoje?

- Tem sim, tranquilo. Mas não vai sair barato, e o banco provavelmente vai detectar a falha em 24h e você vai ser obrigado a reembolsar qualquer gasto que tenha feito e ainda vão abrir um inquérito.

- Tô nem aí, quero impressionar uma gatinha hoje. - sempre que o favor envolvia uma muher no meio, o cara ficava todo empolgado.

- Só! - respondeu ele rindo - Depois que comer ela vai me mostrar as fotos igual da última vez??

- Claro!

12:00

Gastei o resto da tarde ligando para metade das pessoas na minha agenda e falando poucas e boas. Já que não ia vê-las novamente, melhor resolver as pendências logo.

Lá pras tantas, ligo para um conhecido meu, Carlos, piloto da Força Aérea Brasileira.

- Fala, Carlos, tudo bem?

- Vamos indo. Não aguento mais esse emprego, esse pessoal do governo acha que somos táxi de luxo.

- Tá afim de faturar vinte e cinco milhões de dólares hoje?

- É ilegal?

- Aham.

- Ah, foda-se, o que preciso fazer?

- Coloca um avião da FAB pronto pra decolar às 19:00 e vai se tornar um homem rico.

18:00

Google, útil até o último minuto
google_logo

Entro no Google e procuro por empresas que mandam pessoas para o espaço. Pego o telefone e ligo:

- Alô, quero três lugares no próximo vôo pra fora do planeta, de preferência hoje.

- Vai custar caro.

- Te pago 75 milhões de dólares.

- Negócio fechado. Saímos da Flórida às 23:55, não se atrase.

18:15

Pego um táxi e passo na porta da casa da minha ex e toco a campainha. Ela aparece na porta usando um shortinho, top e bobs no cabelo. A safada continua gostosa.

- Guilherme?! O que você está fazendo aqui?

- Você é uma vadia, ainda não te perdoei, mas alguém precisa dar continuidade à espécie. Vem comigo e cala boca!

- Nem pensar, o Zeca vai passar aqui daqui a pouco. Ele vai me levar naquele restaurante chiquérrimo onde sempre quis ir e você sempre reclamava que era caro demais. Sabe, foi por isso que nós terminamos, não suporto homem mão de va...

- Não enche a porra do saco, o mundo vai acabar, vem logo!

O Zeca aparece.

- Tire as patas de cima da minha namorada ou vai levar porrad...

Dou um direto na cara dele, no melhor estilo jack-bata-primeiro-pergunte-depois-bauer. Coloco a mulher nas costas e volto pro táxi.

18:30

Passo na porta da casa do João. Ele está deitado na sarjeta, desmaiado e babando, com uns três baseados enrolados caindo do bolso da calça. O imprestável passou o que seria o último dia dele no mundo queimando um, mas que merda.

19:00

aviao-fab

Chegamos no aeroporto, onde o avião da FAB já está esperando. Eu e a ex entramos, ainda carregando o João nas costas. Em cinco minutos o avião decola.

22:00

Enquanto estamos sobrevoando algum lugar da Amazônia, meu celular toca. É o Lobato, um jornalista que foi meu colega de faculdade e se deu super bem, virou repórter de alguma revista famosa de fofocas.

- Cara, que história é essa de que o mundo vai acabar? O pessoal do futebol me ligou dizendo que você surtou e pôs na cabeça que hoje é o fim do mundo. De onde tirou essa maluquice?

- Está duvidando?

- Lógico.

- Então peraí que vou te enviar um filme do avião da FAB onde estou agora, saindo do Brasil rumo à Flórida, onde vou pegar um vôo só de ida para fora desse planeta estúpido!

Enviei o filme para o Lobato. Em 15 minutos as imagens e a história já estavam no YouTube.

23:30

No Salão Oval da Casa Branca, em Washington, um assistente pessoal da presidência tem uma notícia de útima hora. O Presidente Bush está no banheiro, mas o assistente conversa com ele pela porta, devido à urgência do caso:

- Senhor Presidente, está tudo bem com o senhor?

- Sim, mas devo ter comido algo estragado hoje naquela porcaria de visita ao Pentágono, estou com uma diarréia dos diabos...

- Senhor Presidente, acabamos de receber a notícia de que o mundo vai acabar nos próximos 60 minutos.

- A informação é confiável?

- Nem um pouco, vem do Brasil.

- Malditos brasileiros! Eu sabia que eles eram terroristas! Vamos detonar bombas na América do Sul, na Austrália e também em Moscou!

- Mas Sr. Presidente, isso não faz o menor sentido! Os Russos vão retaliar e provocar um holocausto! Tem certeza de que deseja detonar as bombas?

- SIIIIIIMMMMMMMM! - exclama o digníssimo Bush Filho, enquanto finalmente despeja a última "arremessa" na privada.

O assistente esbugalha os olhos e sai com passos apressados, para cumprir a ordem. Alguns segundos depois, escuta-se a voz do Presidente vinda de dentro do banheiro:

ooops...
bush

- err... que alívio... você ainda está aí? Tem como me trazer um rolo de papel higiênico e repetir aquela última pergunta?

23:55

Chegamos na Flórida, ainda a tempo de embarcar no ônibus espacial russo. Ocupamos nossos lugares e o piloto aciona as turbinas, causando um estrondo absurdo, que finalmente desperta o inútil do João. Ele se vira pra mim e diz, com cara de quem foi acabou de acordar:

- Cara, tive um sonho muito doido... você acredita que sonhei que comi a safada da irmã do Marquinho e que ela me disse que o mundo ia acabar e no sonho eu até te liguei pra contar isso! Putz, que viagem... vou te contar uma coisa, esse bagulho que você arranjou dessa vez é do bom, nunca fumei nada parecido, caralho! Vem cá, mas que puta barulheira, onde é que nós estamos mesmo?

E enquanto ele termina a última palavra, o ônibus espacial decola, e fico olhando pela janelinha enquanto pequenas explosões começam a aparecer lá embaixo e vão se tornando cada vez maiores. Algumas no Brasil, outras na Austrália, uma em Moscou. Mais algumas na América do Norte. Outras na Europa. Mais umas no Oriente Médio e na África.

Elas continuam, continuam, continuam... até que todo o planeta se torna uma gigantesca bola de fogo incandescente e explode, sem deixar rastros.

É, fudeu.

nuclear_explosion

FIM


publicado em 03 de Agosto de 2007, 14:50
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura