O que realmente importa

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Asm selo png

É tanta palestra do TED, tanto vídeo incrível, livros, pesquisas, posts, infográficos, métodos de produtividade, "vivências" tântricas para mudar sua vida em um fim de semana, teorias sobre quem somos e o que é a realidade, startups, projetos culturais, frases lindas, conceitos, filmes, conhecimentos de todas as culturas... tanta visão disponível que a nossa mente está cada vez mais poluída, desatenta e com menos imunidade diante de lixo cognitivo.

Não gostamos de admitir, mas em geral compramos com facilidade inúmeras crenças e visões restritas que eventualmente complicam nossa vida e nossa comunicação genuína com os outros. Não estamos nos preparando para responder aos nossos netos quando nos perguntarem: "Vovô, o que realmente importa para eu crescer e não desperdiçar minha vida?". Eu não quero dizer "Não sei, eu acabei me distraindo, mas ontem estava lendo uma teoria genial sobre a origem do universo, olha que legal...".

Para o sétimo encontro do lugar, estamos trazendo Eduardo Pinheiro (que escreve quinzenalmente a coluna WTF), direto de Porto Alegre, para nos ajudar em duas tarefas:

1) Filtrar lixo cognitivo: malware mental, pseudociência, misticismo quântico, new age, propaganda, ideologias daninhas, premissas ocultas, dogmatismo científico (exemplos no funcionalismo, fisicalismo, realismo etc), superstições, cultos, psicobbable, corporatese, autoajuda…

2) Reconhecer visões por trás de uma frase, um trecho de livro, uma expressão, uma piada, uma palestra, um videozinho bonito. Mapear melhor o que vem da onde (na arte, na filosofia, na ciência ou na religião), desenvolver eixos e critérios para que possamos navegar entre visões de mundo e escolher as mais amplas e saudáveis, sem tanta distração, com olhos no que realmente importa.

Uma tarde com Eduardo Pinheiro para quem deseja parar de se distrair, de poluir a mente e de comprar visões restritas
encontro-eduardo-pinheiro

Leio o Pinheiro desde 2001, já o encontrei algumas vezes e sou eternamente grato: devo boa parte da pouca clareza e do meu direcionamento atual aos caminhos e referências que ele me apresentou. Fico feliz sempre que um amigo conhece o Pinheiro e depois vem falar: "Cara, ele me abriu portas!".

No dia 22 de junho 2013, sábado, das 14h às 18h, vamos ouvi-lo na primeira parte e depois disparar perguntas. A ideia é colocarmos na mesa todas os nossos pressupostos, tudo aquilo que lá no fundo, no fim da conversa, quando o bicho realmente pega, a gente solta: "Ah, cara, a vida é assim. Eu sou assim. As coisas são assim, presta atenção...".

Considero esse evento algo crucial para nossa geração. Convido cada um de vocês de coração.

O formulário de inscrição está neste post no blog aberto do lugar. Tem desconto de 34% se você se inscrever até amanhã, sexta.

Abração!

Quer colocar isso em prática?

Para quem está cansado de apenas ler, entender e compartilhar sabedorias que não sabemos como praticar, criamos o lugar: um espaço online para pessoas dispostas a fazer o trabalho (diário, paciente e às vezes sujo) da transformação.

veja como entrar e participar →


publicado em 13 de Junho de 2013, 11:49
Gustavo gitti julho 2015 200

Gustavo Gitti

Professor de TaKeTiNa, colunista da revista Vida Simples, autor do antigo Não2Não1 e coordenador do lugar. Interessado na transformação pelo ritmo e pelo silêncio. No Twitter, no Instagram e no Facebook. Seu site: www.gustavogitti.com


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: