Os 5 games mais impressionantes que ainda vão sair esse ano

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Asm selo png
  • 130x50 jpg

Esse fim de semana, um amigo veio falar comigo completamente empolgado, cada um dos músculos da sua face unidos em um esforço conjunto para montar a expressão mais empolgada que a minha memória recente consegue recuperar visualmente.

Fabio Fabio Fabio Fabio Fabio Fabio você viu, cara, o trailer do Bioshock Infinite???

Meu amigo curte games, mas joga bem pouco e não fica lendo notícias e acompanhando tudo. Tanto é que ele se empolgou com um vídeo que está rolando por aí há vários meses.

E realmente, é um vídeo muito foda.

Nessa hora eu pensei: quais outros vídeos e trailers são tão impressionantes quanto esse que ele viu, especialmente para quem anda meio afastado dos lançamentos? Preparei uma lista com os cinco jogos que muito provavelmente vão te fazer soltar um palavrão e já começar um remanejo de orçamento doméstico assim que terminar de assistir aos trailers.

Quem me viu aqui no QG assistindo aos trailers para escrever esse texto presenciou vários "PQP QUE FODA", acompanhados por batidas na mesa. Espero que a sua reação seja parecida.

(Todos os jogos serão lançados para PS3, Xbox 360 e PC.)

Bioshock Infinite


YouTube | Em um adjetivo: DE TIRAR O FÔLEGO

Sinopse: Em um mundo steampunk baseado na corrente de pensamento político excepcionalista americana, você é Booker DeWitt, enviado à capital flutuante de Columbia para resgatar uma misteriosa mulher presa há 12 anos. Difícil vai ser escapar de lá com ela, já que ela parece ter papel central na guerra que acontece entre os separatistas Founders, que querem manter os EUA apenas para os americanos "puros", e o grupo Vox Populi, que quer governar do seu jeito.

O primeiro Bioshock, de 2007, é talvez o melhor jogo dos últimos dez anos. Inovador em diversos sentidos, assustador, com uma história sensacional (mesmo em comparação com boas obras de literatura ou cinema) permeada por dilemas morais e personagens absolutamente marcantes. Quem jogou, não esquece o encontro com o antagonista Andrew Ryan.

Agora, cinco anos depois, a verdadeira sequência traz um mundo totalmente novo. Um Estados Unidos estilo steampunk, direto de um passado paralelo em que, de alguma forma, cidades flutuantes e zeppelins são coisas normais, enquanto aviões como nós conhecemos não foram inventados.

No meio disso, uma das mais promissoras personagens coadjuvantes que já apareceram nos games.

Borderlands 2

YouTube | Em um adjetivo: CROCANTE

Sinopse: O doente vilão Handsome Jack, que usa o rosto de uma vítima morta no lugar do seu para ficar bonito, conseguiu toda a riqueza do jogador ao final do primeiro Borderlands, e passou os últimos cinco anos preparando um assalto para varrer o planeta dos seus colonos e industrializar tudo. Você é um dos membros do grupo que precisa impedir isso.

Assista ao trailer acima e me diga se você consegue não querer jogar isso imediatamente.

O primeiro Borderlands era para ser mais um desses jogos de tiro normais, com gráficos escuros e protagonistas cheios de frases de efeito, mas perto do fim do desenvolvimento a Gearbox Software tomou uma decisão vital: as frases de efeito ficam, mas o visual seria completamente reformulado. Muitas cores e contornos, de modo que parecesse uma obra dos grandes mestres dos quadrinhos.

A sequência está com cara de quem vai melhorar todos os aspectos do predecessor. Sem contar que, como você pode ver pelo trailer, é um dos poucos jogos que realmente sabem lidar com humor. O robô que aparece dançando dubstep na segunda metade do vídeo se chama Claptrap, e estimo em 87% a probabilidade dele ser mais engraçado do que a média dos humoristas de stand-up brasileiros.

Far Cry 3

YouTube | Em um adjetivo: #TENSO

Sinopse: Você e dois amigos, de férias, fazem uma passagem por uma ilha desconhecida. Vocês perdem o navio de volta, são capturados, seu amigo toma um tiro, sua namorada é sequestrada e você foge. Agora é hora de sobreviver e ir ao resgate da sua namorada em uma ilha onde aparente todo mundo é insano em algum nível.

Enquanto o primeiro Far Cry não passou muito de um jogo de tiro genérico na cola de Crysis (que chamou muita atenção na mesma época), Far Cry 2 acabou se tornando, inesperadamente e impressionantemente, um dos meus jogos favoritos. A sensação de estar perdido na selva, sendo caçado por 99% dos outros habitantes, mas podendo se embrenhar no mato para se aproximar de cada tiroteio da forma mais vantajosa, vai ficar comigo por um bom tempo.

Ou talvez só até o lançamento do Far Cry 3, que é outra sequência com toda a cara de quem vai desbancar o antecessor com muita facilidade. Estou interessado principalmente na história: a do 2 já era ótima, mas com o vilão absolutamente maluco do 3, não tenho como não esperar vários momentos de tensão.

Max Payne 3

YouTube | Em um adjetivo: AE, PORRA

Sinopse: Oito anos depois dos eventos do último jogo, Max Payne está vivendo em São Paulo e tentando esquecer do seu passado enquanto trabalha com proteção do executivo Rodrigo Branco. Quando a filha do engravatado é sequestrada, Max precisa ir atrás e se vê em uma conspiração que passa por todos os aspectos da vida social paulista.

É o Max Payne. Mais velho, mais mal-humorado, mais nervoso.

Vou ter que ser macho o suficiente para admitir que nunca joguei nenhum jogo da série, então não conheço tanto assim do personagem. E, pra ser bem sincero mesmo, nem achei o trailer assim tão fodão – ainda mais em comparação com o monte absoluto de pérolas que eu separei aqui. Mas, porra, a história se passa em São Paulo! Isso vale a nossa empolgação.

Eu acho.

Tomb Raider

YouTube | Em um adjetivo: DELÍCIA

Sinopse: Uma jovem Lara Croft, com 21 anos, está ansiosa pela sua primeira expedição de caça a relíquias, mas o navio onde viajava é pego por uma forte tempestade, parte-se em dois e separa Lara de todos os outros sobreviventes. Sozinha e inexperiente, seu único objetivo é não morrer frente às provações físicas e psicológicas.

A Lara Croft você conhece, né? Pense bem antes de dizer que sim, porque ela mudou pra caramba. Assim como as editoras de quadrinhos vivem relançando as origens dos seus personagens, este jogo representa um novo começo para a senhorita Croft.

Além de mais deliciosa do que nunca, ela está bem mais humana. Gritando mais, sofrendo mais, enfim, sem aquela vibe Indiana Jones de heroína invencível. E o jogo em si também mudou, se modernizando ao seguir uma linha mais moderna, inspirada em jogos como Uncharted. Estou louco para jogar esse.

Com quais desses você se empolgou? Gostaria de ouvir a opinião principalmente daqueles que estavam meio por fora dos games.


publicado em 17 de Abril de 2012, 11:12
File

Fabio Bracht

Toca guitarra e bateria, respira música, já mochilou pela Europa, conhece todos os memes, idolatra Jack White. Segue sendo um aprendiz de cara legal.\r\n\r\n[Facebook | Twitter]


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: