Como se transforma a paternidade no Brasil? Faltam apenas 5 dias para o PAI: Os desafios da paternidade atual.
Compre já o seu ingresso!

Os melhores discos feitos por atores | Listas descaralhantes #9

O mundo das artes se mistura constantemente. Johnny Depp queria ser roqueiro e acabou ator de cinema, enquanto Marilyn Manson, cantor americano, se sai relativamente bem como pintor. As coisas são assim. Chico Buarque escrevia peças de teatro, publicou diversos livros e o Gilberto Gil chegou a ser Ministro da Cultura! Tá, essa é uma outra história.

Mas o fato é que nem todos os artistas são bons em diversas artes. Há muitos deles que tentaram mudar o rumo e se deram mal. Mas ainda falaremos disso. O cantor de rap Will Smith virou um dos atores mais bem pagos do cinema, isso depois de passar pela televisão, fazendo uma série de tremendo sucesso. Novamente, as coisas são assim.

Daí que eu resolvi listar as melhores empreitadas de atores no mundo da música. Temos aqui embaixo os melhores discos de música feitos por atores de cinema.

5. Steve Matin e seu Rare Bird Alert

Steve Martin é um cara que faz comédia, embora não seja lá dos caras mais engraçados da indústria do entretenimento. Isso não o impediu de ser o recordista, ao lado do Alec Baldwin, de apresentações como anfitrião do programa Saturday Night Live, um dos mais tradicionais e queridos dos Estados Unidos.

Se como ator eu tenho a audácia de duvidar de sua capacidade cômica, como músico eu me vi obrigado a me curvar diante de seu bom gosto. O disco Rare Bird Alert é um trabalho de bluegrass, um subgênero do country que mistura de blues e jazz. E, tocando banjo com o quinteto Steep Canyon Rangers, ele manda bem demais. Ouve só essa beleza:

Link YouTube | Mesmo tocando bem, ele continua meio sem graça

4. Jeff Bridges aproveita o sucesso de Crazy Heart

Eu assim também o faria. O filme Coração Louco lhe rendeu o Oscar de melhor ator, e com todos os méritos possíveis. Nada melhor que aproveitar a vibe country e lançar-se como cantor. Mas é aí que tudo deu certo.

O disco que leva seu nome é calmo, gostoso, com belos arranjos e boas letras. Bridges não se deixou levar pela onda e produziu um belo álbum pra se ouvir sentado na varanda, lendo algo, bebericando algo, fumando algo. Aquelas canções com guitarras fazendo slides lentos, demorados, sem pressa, bom pra desacelerar na estrada numa viagem longa, quando se quer mais é aproveitar a companhia e poder ver com mais calma o por do sol riscando o horizonte de laranja. Coisa fina, coisa gostosa.

Link YouTube | Ah... eterno "dude". Cê mandou bem nessa, viu

3. Hugh Laurie deixa House de lado e abraça o blues

Esse inglês é um puto-safado-danado de bom. É um comediante de primeira (mesmo que os detratores do humor britânico neguem até a morte), um dos atores mais queridos dos últimos anos, botando na tv o misantropo Dr. House e, de quebra, lançou um baita disco.

É do Let them Talk que eu estou falando, um álbum todo dedicado aos clássicos do blues que Laurie mais gosta. Se você já sabia que era ele mesmo que tocava os instrumentos que o House tinha em  sua casa, fica então mais essa. O disco dele é do caralho. Ele canta, toca piano, alguns sopros, guitarra, faz segundas vozes pra grandes artistas como  Tom Jones, Irma Thomas e Dr. John. Não é pouca coisa não.

Fora o fato de que, ver um inglês encarando um blues sem parecer britânico torna a coisa toda ainda mais interessante. Palmas pro House, digo, pro Hugh.

Link YouTube | Tá careca, temos que admitir. Mas canta e toca que é uma beleza!

2. Juliette Lewis e seu rock-farofa-divertidíssimo!

Além de ser gata que só a porra, ela ainda chupou o dedo do Robert De Niro em O Cabo do Medo. Que mulher!

Juliette Lewis sempre teve um ar de rock'n roll e descambou de vez para o estilo com os The Licks, banda que a acompanhou por boa parte da última década. Eu fui ao TIM Festival em 2007, festival em que ela tocou. Foi um show muito divertido, com aquele rock farofa fácil de se entregar, uma Juliette acelerada, cantando alto, descompassada, dançando o tempo todo com aquela pena na cabeça. Deu gosto de participar daquilo tudo.

Com os Licks, ela lançou dois discos. Depois seguiu solo com mais um. Não tem como negar: a menina está fazendo carreira.

Link YouTube | Canta, linda. Grita, pula, corre. Faz o que você quiser que a gente gosta

1. The Blues Brothers!

Era pra ser só mais uma esquete do Saturday Night Live, feita pelos comediantes Dan Aykroyd e John Belushi. Era pra ser uma brincadeira. Uma piada. Uma dancinha bobinha e acabou. Mas os Blues Brothers acabou por se tornar uma das bandas mais estilosas de todos os tempos.

O que era piada, virou filme e uma discografia de mais de 10 álbuns. Isso sem falar no impacto cultural que eles causaram, com suas roupas, seu estilo, seus amigos fodas e suas músicas fodas para o caraleo.

São os Blues Brothers!

Link YouTube | A piada mais acertada de todos os tempos


publicado em 13 de Julho de 2012, 07:00
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura