Pare com o puritanismo com o whisky

Se eu fosse fazer uma analogia entre alguém que bebe whisky e não sabe o que está consumindo, seria como o cara que compra um MacBook para responder e-mail e usar o word ou quem compra uma Ferrari para ir e voltar do trabalho.

O Whisky é uma bebida cheia de história e de processos, cheio de mitos, lendas e preconceitos. Não é tão simples como pode parecer, simplesmente cair de páraquedas e já sair conhecendo tudo como um perfeito especialista.

O AskMen fez uma pesquisa sobre bebidas e o whisky foi apontado como a bebida mais masculina de todas. Eu ainda acho que o James Bond deveria beber whisky e não um drink numa taça de Martini.

Se você já é um apreciador ou se gostaria de conhecer a bebida, é válido buscar um pouco sobre a história e do envolvimento que existe por trás da fabricação do whisky.

Nós recebemos aqui no QG do PapodeHomem, junto com o Moda para Homens, o pessoal da Diageo que veio nos ensinar um pouco sobre como apreciar e contar um pouco mais sobre o universo do whisky.

Bônus

Se você ainda tem algum preconceito e acha que whisky só deve ser bebido puro, os próprios caras da Johnny Walker nos ensinaram dois drinques fantásticos para se fazer com ele.

Nota do Editor: O Cambi está com o braço engessado e este artigo teve de ser psicografado por Luciano Ribeiro.


publicado em 22 de Agosto de 2012, 16:46
Fa6216a91d207a00d48a0f1c69f44eb9?s=130

Rodrigo Cambiaghi

é especialista em mídia programática e monetização de sites. Reveza o tempo entre filha, esposa, cão, trabalho, banda, moto, games, horta de casa, cozinha e a louça que não acaba nunca.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura