Pequeno Conto de Carnaval

É época de Carnaval, e tenho certeza que todos que pulam ou já pularam também têm histórias pra contar. Isso aconteceu há muito, muito tempo atrás, numa época onde micaretas eram raríssimas.

Carnaval é coisa de outro mundo, é um tal de ninguém é de ninguém... beijação sem muito critério.

fartura-carnaval
Fartura. Alguém dá conta de dizer quantas mulheres tem na foto?

Pensem no seguinte, pra quem pula carnaval em Salvador, você acabou de beijar na boca de uma gatinha, gostosinha, mas pode acreditar, por tabela você acabou de beijar na boca de homens de todos os estados brasileiros e países europeus.

Mas quem pensa isso na hora? E Viva a cachaça, a vodka e seja lá o que for que bebe-se no carnaval.

Lá estava eu, em Piúma, de olho numa gatinha em pleno primeiro dia de carnaval, pensando: "É aquela ali que eu pego." Ela tava com umas amigas (elas sempre estão com as amigas), e se eu chegasse sozinho podia dar com um não nas fuças, mas... homem também não anda sozinho.

E lá fui eu, e pula, e dança, e bebe, e empurra, e tome beliscão na bunda... opa! Beliscão na bunda? Homem que toma beliscão na bunda no carnaval não pode desprezar. A não ser que seja de outro homem. Ou a não ser que você tenha bebido pouco e todas as mulheres ainda não sejam belas.

Beliscões sim

Parei e olhei pra trás. Nada. Só uma muvucona de gente. Continuei, achei quem eu tava querendo e continuei. E pula, e dança, e bebe, e empurra, e tome beliscão na bunda... opa! De novo!

Bêbado é uma merda. Juro que olhei pra trás de novo e não consegui ver nada a não ser um emaranhado de gente. Olhei com mais calma e nada. Já tava achando que era algum biba.

E lá fui eu pra caça. E pula, e dança, e antes do bebe... beliscão na bunda!

Dessa vez parei e já bancando o bêbado machão pergunto: "Que foi hein, porra?". O risco de fazer uma coisa dessas no meio do carnaval e tomar uma na fuça antes de terminar a frase é imensa! Mas quem disse que bêbado pensa?

Quando olhei com mais atenção, lá estavam as 3. Isso mesmo! 3. Mas não tava com essa sorte toda.

tres-amigas
Três amigas elegantes...

As outras duas empurraram a tarada pra frente e ela sussurra alguma coisa. Não entendo nada do que foi dito. Alguém consegue conversar no meio de um bloco de carnaval? Então! O que essa menina tava pensando da vida, conversar em pleno bloco?

Eu na maior boa vontade de começar a contagem, abaixo pra ouvir o que ela estava dizendo.

Ela sussurra novamente: "Te Amo!".

Uma frase dessas dita, no meio do bloco, por uma pessoa que você nunca viu na vida. Quase fiquei sóbrio. Levantei e olhei pra cara dela. "Tá ficando doida? Nunca te vi na minha vida!".

Aí ela aponta pro meu peito. Fiquei sem graça na hora! Eu tava com uma blusa onde estava escrito: "Diz que me ama. Porra!". Se eu soubesse que era tão fácil.

Nessas horas não se diz muita coisa. Mas eis que de repente, abre uma roda em nossa volta. Uma multidão em torno de nós dois e todos gritando: "Beija! Beija! Beija! Beija!".

Lembro de ter visto meus primos, meu irmão, as amigas dela e a menina que eu tava querendo pegar.

Mas foi coisa rápida, porque no instante seguinte eu já estava ocupado beijando a menina tarada do beliscão! Não sei quantos já passaram por essa experiência de beijar com uma platéia torcendo, mas é doidemais! Ainda mais com a cachaça na cabeça. Parece aqueles filmes onde a câmera fica rodando em torno de duas pessoas. E a galera em volta: "ÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊ".

No instante seguinte saímos da roda. Juro que alguém beliscou novamente minha bunda na hora que sai da roda. E fomos ficar mais sossegados em algum beco escuro.

carnaval-2
Se gostou pega pela cintura.

Depois voltei pro bloco e continuei minha caça que evidentemente foi vitoriosa! Mas antes de conseguir chegar no alvo teve um bocado de "aventura", inclusive porradeiro.

Mas a parte da briga não interessa, porque quem apanhou não fui eu. Foi um dos meus primos que tava querendo ficar com uma amiga dela. Cheguei na hora que a briga tava sendo apartada.

O saldo da noite foi bom (pra mim), porque o meu primo que apanhou teve que voltar pra casa correndo, o pessoal da briga tava querendo bater mais nele! Carnaval em cidade pequena tem dessas...

Abração!


publicado em 04 de Fevereiro de 2008, 14:16
0259d84f2075b3df5865736be6a9cb7f?s=130

Armando Brandao

Armando Brandão escreve não somente na PapodeHomem, mas também no famigerado Blog do Solteirão.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura