Plano de Saúde pra homem, como escolher a melhor opção pra você?

A escolha do Plano de Saúde passa por fatores como preço, cobertura, diferentes necessidades e conhecimento dos seus direitos como consumidor.

Preparamos, em conjunto com a atenciosa equipe do blog Meu Plano, 7 dicas para ajudá-lo a fazer isso quando chegar a hora.

casal-feliz
A PdH nos ajudou a comprar um plano de saúde!

1. Comece pelo começo. Planos de Referência x Planos Segmentados.

Em Junho do ano passado, perguntamos o que vocês sabiam sobre planos de saúde, agora vamos explicar. Nem todo mundo precisa pagar por um plano de referência, mas para economizar, é preciso entender cada opção.

Planos de referência: oferecem uma cobertura mais completa (consultas, exames, hospitalar e obstetrícia) para todas as doenças listadas pela Organização Mundial de Saúde.

Planos segmentados: ao contrário dos planos de referência que são mais completos, estes planos não são tão completos e tendem a se especializar em alguns segmentos. Existem quatro tipos de planos segmentados: ambulatorial, hospitalar, hospitalar com obstetrícia e odontológico.

2. Adeque

Pra quem tem grana disponível e deseja cobertura máxima, os Planos de Referência certamente são a melhor opção.

Para um jovem solteiro, a combinação dos planos ambulatorial e hospitalar pode ser o suficiente.

Se você está pensando no seu filho, escolha também o plano odontológico, as crianças sempre precisam desse tipo de tratamento.

A opção mais econômica é pegar somente um plano ambulatorial, mas lembre-se de que ele não inclui gastos com internação, que são justamente os mais caros. Ou seja, essa economia pode te ferrar em caso de necessidade.

3. Você conhece a Lei dos Planos de Saúde?

Mais precisamente, a LEI Nº 9.656/98, que afeta todos os contratos assinados após Janeiro de 1999.

Normalmente, o direito mais conhecido pelos consumidores é a proibição dos hospitais cobrarem cheques-caução para internação, mas a lista vai bem mais longe.

A lei 9.656 promoveu uma série de mudanças nos direitos do consumidor, passando a incluir quantidade ilimitada de consultas, internações e exames como parte integrante dos planos. Confira todas todas as mudanças aqui, no site oficial do Ministério da Saúde.

4. Preste atenção na Cobertura

Isso é básico, mas fundamental, já que detalhes que passem desapercebidos ao escolher seu plano vão significar gastos maiores no futuro.

Se você viaja muito, escolha um plano de saúde que dê cobertura em todo o território nacional, por exemplo.

5. Faça pesquisa de preço

Quanto mais, melhor. E lembre-se que o aumento por faixa etária ocorre agora aos 18, 30, 40, 50, 60 e 70 anos.

6. Converse!

Com seus amigos, parentes e colegas de empresa. Nada melhor do que a experiência real e o testemunho de outras pessoas para conhecer os meandros e detalhes mais importantes ao definir qual será o seu plano de saúde.

palhaco
Esse aí escolheu um plano sem ler nossas dicas, observem o clássico sintoma de vermelhidão no nariz

Bônus: Pra quem deseja fazer um plano familiar ou PME (empresarial)

Se você deseja fazer um plano familiar ou empresarial, descubra como economizar fazendo a melhor opção disponível.

Caso compre com o pessoal do Meu Plano, você ganha um monitor LCD de 15''. Nada mal.

---

Quer descobrir quanto você pagaria por um Plano de Saúde?

Então faça uma cotação online. O pessoal do blog Meu Plano, que nos auxiliou na produção desse artigo, preparou também um aplicativo para fazer cotação online de planos.

Faça sua cotação online aqui

Promoção PapodeHomem + Meu Plano

meuplano

Eu usei o aplicativo e fiz a minha cotação. Após fazer a sua, coloque o valor do plano de saúde escolhido nos comentários. Quem se aproximar mais do meu valor vai ganhar um link no RSS da PdH durante 7 dias, visto por mais de 3200 leitores. :twisted:

Se não sabe o que significa RSS, está na hora de se educar, aprenda conosco.

E para quem já sabe, hora de fazer sua cotação e nos contar quais são as suas experiências e dicas com planos de saúde.

---

artigo_patrocinado


publicado em 29 de Fevereiro de 2008, 10:52
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura