Quer dar um tapa no visual mas não sabe por onde começar? Fizemos um curso online de estilo pra isso, o “Mas você vai de chinelo?”. Inscreva-se agora! É gratuito!

Por ano, cerca de mil homens no Brasil têm o pênis amputado por câncer

Segundo DATASUS/TABNET, 408 homens morreram dessa doença no ano de 2016.

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Logo havaianas 130x50 png
  • 47 nh 1 png

Em 25 de abril, o Ministro da Educação falava a jornalistas sobre escolas infantis em assentamentos da reforma agrária, quando o presidente Jair Bolsonaro tomou a palavra para mostrar sua preocupação com o câncer de pênis.

Bolsonaro afirmou que a neoplasia era consequência da má-higiene genital masculina e destacou a necessidade de conscientizar os homens sobre “o que eles têm que fazer”.

Como já escrevi por aqui, de acordo com o DATASUS/TABNET, 408 homens morreram dessa doença no ano de 2016 – para comparação, 15.900 homens morreram de câncer de pulmão e 14.926 de câncer de próstata no mesmo período. Estima-se que cerca de mil homens tenham o pênis amputado a cada ano no país por conta da neoplasia.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de pênis é um tumor raro, correspondendo a 2% dos casos de câncer masculinos. Ele é mais comum entre homens a partir dos 50 anos e é mais frequente nas regiões Norte e Nordeste.

Link Youtube

A doença costuma se apresentar com uma ferida persistente ou um nódulo na glande, prepúcio ou corpo do pênis; a ferida pode apresentar uma secreção fétida e pode haver ínguas nas virilhas.

O presidente afirmou, há um ano, que “nós, homens, somos relaxados. Mulher, não. Tá sempre se limpando. Nós, homens, jogamos uma cerveja no piu-piu e tá limpo. Isso é o que o povo faz”.

Alguém lembra dessa campanha?

A sujeira acumulada no pênis, especialmente na glande, sob o prepúcio, favorece o desenvolvimento de câncer; por isso, a higiene regular com água e sabão, puxando o prepúcio e limpando a glande, é uma forma de preveni-lo. Convém lembrar que quase 20% da população brasileira não tem acesso a água potável.

Outro fator que favorece essa neoplasia é a infecção pelo vírus do papiloma humano (HPV). Além dos cânceres de colo uterino, vulva e ânus, alguns tipos de HPV estão associados ao câncer de pênis. Para evitar a infecção pelo HPV, é necessário usar preservativo nas relações sexuais.

Assim, são duas as formas de prevenir o câncer de pênis: realizar uma higiene genital adequada e usar preservativo.

Ou seja, para “conscientizar” os homens, é preciso falar abertamente sobre sexualidade – um tema bastante espinhoso ultimamente.

Para complementar a leitura:


publicado em 30 de Abril de 2019, 00:00
E7c2804f 5695 4a32 854d c5cba01bc1f1 jpg

Antônio Modesto

Médico de Família e Comunidade e doutor em Medicina Preventiva pela USP. Professor na Faculdade de Medicina da Unicid. Carioca de sotaque e paulistano de coração, toca cinco instrumentos mas nenhum bem. Tem estudado gênero, saúde dos homens e medicalização da vida.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: