Precisamos separar nossas finanças pessoais e profissionais?

Em um mundo de sites, livros e revistas feitos para pequenos empresários, qual a atitude mais simples que gera o maior resultado?

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Lido com pequenos empresários diariamente e é um pouco aflitivo ver a quantidade de informação necessária para que as empresas, mesmo que pequenas, caminhem de maneira saudável.

Eu e outros autores já compartilhamos alguns pontos bem importantes (alguns vieram do papo com clientes, outros do meu aprendizado aqui mesmo, no PapodeHomem), mas gestão é um assunto amplo e complexo, fica bem difícil abraçar tudo.

Na expectativa de gerar o maior resultado possível, a convite do Elo7, eu separei apenas um, e falei sobre ele por pouco mais de 20 minutos. Pelo que já experimentei por aí, é dos mais efetivos. 

Link Youtube

No vídeo, eu comento sobre uma série de conteúdo que produzi sobre finanças para psicólogos. São dicas bem práticas, que acabaram se mostrando úteis não só para os psicólogos, mas para autônomos, em geral. Para receber, é só se cadastrar neste link.

Para quem está se aventurando há um tempinho no mundo das pequenas empresas, além da separação do caixa que expliquei no vídeo, qual dica preciosa daria?

Como está sendo a empreitada?

Seguimos o papo nos comentários. :)


publicado em 12 de Novembro de 2015, 00:00
Eduardoamuri

Eduardo Amuri

Autor do livro Dinheiro Sem Medo. Se interessa por nossa relação com o dinheiro e busca entender como a inteligência financeira pode ser utilizada para transformar nossas vidas. Além dos projetos relacionados à finanças, cuida também da gestão dO lugar.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: