Projeto Cansei: 25 mulheres negras e suas palavras de beleza e força

Cansadas de todos os estereótipos de raça que as enclausuram em prisões, resolvemos tomar a palavra

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Asm selo png

Quem nunca brincou de "moranguinho, morangão" quando criança?

Te vendavam os olhos; uma fila de meninas à sua frente. Os amigos, mediadores, apontavam para cada uma delas de uma vez, dizendo:

— É esta?

— Não,

— E esta?

— Sim!

— Moranguinho ou morangão?

E assim, na base da aleatoriedade e objetificação, definia-se se a brincadeira findaria em um selinho ou beijo de língua.

É claro que eu nunca fui escolhida e, depois de um tempo, descobri que os garotos tinham um pacto entre eles: "me avisa quando for fulana que é pra eu saber que não devo escolher ela". Depois de algum tempo, eles me contaram que pisavam no pé ou faziam algum outro sinal pro amigo com os olhos vendados saber quem deveria escolher – porque todos já tinham suas preferidas. Queriam as garotas bonitinhas e eu não era como a maioria delas, eu não era branca.

Tudo o que uma adolescente como eu poderia pensar é que era feia. Meus cabelos não eram lisos e loiros como das minhas colegas e minha pele não era da mesma cor que a da maioria.

E como pensar diferente se até mesmo nas revistas e televisão só se via (e só se vê) a mulher branca como referência de beleza? Basta uma rápida busca nos sites de busca da internet  pra que a autoestima de uma adolescente vá por água abaixo.

Cresci e, de maneira meio torta, fui aprendendo a lidar com isso. Alisei meus cabelos:

"Morena, você é gostosa, hein?".

A maioria das mulheres negras tem o corpo cheio de curvas, o bumbum avantajado. Com os cabelos crespos, é como se ninguém olhasse pra gente, mas basta que os alisemos pra que nos enxerguem, nos deem lastro. Mas basta!

Hoje, muito bem resolvida, confiante e consciente da minha beleza interior e exterior, decidi criar o Projeto Cansei – porque, de fato, estou cansada de todos os clichês que ditam o estereótipo de que a mulher negra não pode ser bonita com seus cabelos crespos, narizes largos, curvas e pele, ou que a mulher negra só transar e sambar. E não estou sozinha nessa.

Somos lindas de cabelo crespo e muita melanina. Nariz largo e lábios bastante carnudos. Somos negras.

O Projeto Cansei é feito para que você reflita – e acabe com estes clichês racistas. Aqui, dizemos quais são as prisões que nos enclausuram e desabafamos o que sentimos.

As fotos são lindas, e trazem a beleza negra pra linha do tangível, pra linha do natural, do verdadeiro. Mulheres negras, lindas e muito reais.

Aline e Amanda
Viviana
Ana
Thaina
Ariadna
Tati
Carol
Thássia
Daniele
Regina
Elaine
Natália
Eloísa
Marina
Érica
Maria Júlia
Gabriela
Luana
Giselle
Larissa
Janaína
Joyce
Loo
Ingrid

 


publicado em 25 de Novembro de 2015, 14:55
87714e ea2fe520275948a7a9775d73c45428dd

Larissa Isis

Gosto de fotografar pessoas negras, mas não só. Minha paixão pela fotografia começou cedo – meu pai fotografava quando eu nasci e temos em casa uma gaveta recheada de fotos, lembranças de momentos que passaram esquecidos. Deixe-me eternizar alguns de seus momentos também.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: