Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Promoção: Os 11 maiores técnicos do futebol brasileiro

Atacante bom é aquele que faz gol. Goleiro bom é aquele que evita gol. E técnico bom, quem é? O grande estrategista, que domina as teorias? O paizão, que trata os jogadores como crianças crescidas e carentes, necessitadas de compreensão e apoio?

Atacante bom é aquele que faz gol. Goleiro bom é aquele que evita gol. E técnico bom, quem é? O grande estrategista, que domina as teorias? O paizão, que trata os jogadores como crianças crescidas e carentes, necessitadas de compreensão e apoio?

O tático, capaz de “virar o jogo” no intervalo, com alterações surpreendentes? O que revela jogadores? O que lida bem com estrelas? O que sabe “ler o jogo”? O que estuda os adversários? Ou, simplesmente, o vencedor?

Numa época em que técnico transformou-se em professor é evidente a importância dada a esse profissional do futebol pela mídia especializada e pelos torcedores.

--

O trecho acima foi retirado do livro Os 11 maiores técnicos do Futebol Brasileiro, de Maurício Noriega. O Diego Jock, da Casa do Galo, fez a cortesia de enviar 5 exemplares ao QG do PapodeHomem.

Encerrei a leitura do meu ontem, o livro é muito bom, mesmo. Além do perfil dos principais técnicos que atuaram – ou atuam – no Brasil, o livro conta com entrevistas de personalidades que conhecem bem o estilo do retratado, como ex-jogadores e outros treinadores. O mais interessante foi que pude conhecer o perfil de técnicos que nunca tinha ouvido falar, como Oswaldo Brandão e Bela Gutman.

Segue a lista dos 11 escolhidos pelo Noriega, em ordem cronológica:

1. Oswaldo Brandão, considerado um paizão por quem esteve sob seu comando

2. Bela Gutman, o húngaro que mudou a maneira de se jogar futebol no Brasil

3. Vicente Feola, um técnico faz-tudo pioneiro

4. Lula, o comandante do melhor Santos de todos os tempos

5. Zagallo, sinônimo de seleção brasileira

6. Minelli, primeiro técnico tricampeão brasileiro

7. Ênio Andrade, excelente em montar grandes times

8. Telê Santana, eterno mestre do bom futebol

9. Luxemburgo, competente, polêmico e inovador

10. Felipão, parceiro dos jogadores

11. Muricy Ramalho, vencedor de um título por temporada neste século

Indicado para amantes do futebol brasileiro ou simplesmente para quem gosta de saber mais sobre líderes vencedores. Me encaixo nos dois casos.

A promoção!

Livro_NoriegaDSC00191

A promoção é simples, basta deixar um comentário nesse post dizendo quem é o melhor técnico que já passou pelo futebol brasileiro em sua opinião, com justificativa.

Vamos sortear 3 exemplares.

Os ganhadores serão anunciados na Sexta-Feira.

--

ps: um exemplar fica comigo, de presente. e o outro fica guardado, vou sortear pra vocês futuramente.

ps2: recomendo a leitura do Blog do Noriega, ótimos textos, em especial esse.

EDIT: Sorteamos o vencedor. Os ganhadores foram max william bueno, Anderson Barbosa de Miranda e Eduardo com os respectivos comments:

1- well, sou corinthiano de coração mas também sei ver quando algum tecnico se destaca pela qualidade e capacidade de ensinar os “alunos” da pelota. na minha opnião, Muricy Ramalho tem se destacado e muito nesses quesitos.. obvio! aprendeu tbm com outro genio, o grande Têle..
um abraço pra galera do PdH!..

2- Na Minha Opinião O Melhor Entre Esses 11 é o Luxemburgo …. Que Eu Vi Atuar Por Muitos Anos e Vi Fazer Coisas Fenomenais Com Times Grandes, Médios e Pequenos …..

3- Na minha opinião, o título vai para Felipão. E a razão é bem simples.
Muitos técnicos podem montar e ganhar títulos com um time com grandes jogadores. O grande desafio é montar um time que seja capaz de ganhar títulos sem ter grandes jogadores.

Neto, manda um email com seus dados pra gusfune [arroba] papodehomem.com.br para providenciarmos a entrega do prêmio.

E logo abaixo, uma cópia do sorteio:

picture-2picture-3picture-4


publicado em 13 de Abril de 2009, 14:36
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura