Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Quando os videogames invadem o cinema

Se você acha que os cinemas foram invadidos por continuações de filmes intermináveis - Piratas do Caribe, Harry Potter -, por continuações de franquias que há muito tempo pareciam mortas - como Rocky IV, Jurassic Park 4, Indiana Jones, Exterminador do Futuro 4 (confirmado essa semana) - ou ainda por dezenas de filmes de super-heróis dos quadrinhos, você não viu nada.

Hollywood se prepara para a próxima grande onda de filmes que bebem de uma mesma fonte: os videogames.

speed-racer
Cedo ou tarde, alguns clássicos da TV, Games ou Literatura acabam no cinema, como Speed Racer e Johnny Quest.

Mesmo com muitos ainda não levando os videogames a sério, eles são a grande promessa de entretenimento do século 21. Prova disso que, pela primeira vez, no ano de 2006 a indústria de videogames movimentou mais dinheiro do que a de filmes. Ou ainda jogos como Second Life e World of Wacraft ,que juntos chegam a quase 15 milhões de jogadores conectados a estes universos.

E se não estiver convencido, outro exemplo é o estrondoso lançamento de Halo 3 para Xbox360, que em uma semana já vendeu milhões de cópias e já deu mais lucro do que Homem Aranha 3 ou o último filme Harry Potter nos cinemas. Sem falar que tem uma versão cinematográfica esperada para 2009, produzida por Peter Jackson, ninguém menos do que o diretor da trilogia de Senhor dos Anéis.

De olho nesse sucesso, produtores cansados de reviver séries do passado (aguardem Speed Racer o filme em 2008, dirigido pelos irmãos Wachowski, os mesmos de Matrix), estão caindo de boca no filão dos videogames. Posso apostar que a partir de Junho de 2008 ninguém vai aos cinemas sem conseguir deixar de ver um trailer de um filme baseado em um videogame.

half-life2
Um filme de Half-Life ainda é só boato. Mas dezenas de outros, não.

Não é de hoje que os videogames invadem o cinema. Para citar alguns, tivemos Mortal Kombat (se você não viu, você é uma mulherzinha); o nem-tão-assustador Silent Hill; Doom, uma péssima adaptação de um jogo excelente, que valeu meu ingresso somente pelos 10 últimos minutos de ação em primeira pessoa.

Wolfestein, Grim Fandango

E se Doom não agradou os fãs, a Id Software anunciou que vai levar às telas o pai de Doom, o avô dos jogos de tiro em primeira pessoa, o sanguinário Wolfenstein, lançado em 1991 sobre o fictício soldado Willian Blazkowicz que tem que invadir o castelo Wolfestein, onde supostamente os nazistas faziam experimentos nada usuais com seres humanos.

Não há data de lançamento para o filme. Chuto alguma data no segundo semestre de 2009 pra frente, embora já esteja certo que o roteiro e a direção ficarão na mão de Roger Avary, vencedor de um Oscar de melhor roteiro por Pulp Fiction. Antes que perguntem: Pulp Fiction foi escrito por Avary em parceria com o Tarantino.

Outro boato é de que Tim Burton estaria cotado a fazer uma versão pros cinemas de Grim Fandango, que se passa em um purgatório Asteca e foi eleito jogo do ano em 1998. Embora não seja certo que o filme aconteça, mesmo com Burton confirmando que recebeu o roteiro para dar uma “olhada”.

wolfestein
O avô dos jogos de tiro vai virar filme também.

Hitman, Postal e Metal Gear Solid

Pros fãs de porrada, sangue, armas e explosões, vários outros jogos entram na onda, como FarCry, Hitman e Postal, embora o mais esperado deles não seja tão sanguinolento e tenha uma caixa de papelão como esconderijo. Sim, Solid Snake, o espião mais famoso dos videogames (se você disse que é o cara de Splinter Cell, você é uma mulherzinha, usando novamente as palavras do Bender) chega às telas em Metal Gear Solid, o filme.

A película será produzida por Hideo Kojima, criador da série.Este já está na minha lista de “filmes que verei na estréia”. Solid Snake deixa James Bond no chinelo.

prince-of-persia
Lembra de Prince of Persia? Também vai virar filme que promete encher as salas de cinema.

Soul Calibur, Prince of Persia e Castlevania

Pra quem gosta de ação à moda antiga, há boatos de que Jackie Chan estaria por trás de uma versão cinematográfica de Soul Calibur.

Também teremos Castlevania, o filme, que está sendo filmado no momento na lendária Transilvânia. O filme conta a história de um cavaleiro que busca abrigo em um castelo e logo descobre que este é dominado pelo vampiro Vlad, conhecido popularmente como Drácula. O filme está sendo produzido por Paul Anderson, diretor de alguns clássicos do gênero “Filmes de Videogames” como Mortal Kombat, Resident Evil (todos os 3) e Dead or Alive.

No gênero “luta de espadas”, 2009 também aguarda Prince of Persia nas telas do cinema, uma produção de Jerry Burckheimer, famoso por milhões de coisas, o último filme dele foi Piratas do Caribe. pelo próprio Jordan Mechner, criador da série e já experiente diretor de cinema.

orcs
Orcs serão os vilões do épico filme de Warcraft.

Warcraft, Halo e até The Sims

Outro jogo que está virando filme e já tem uma legião de fãs aguardando é a série Warcraft, que no começo deste ano anunciou a produção de um filme com a produtora de Batman Begins. Outro filme não muito sanguinário que também tem uma adaptação cinematográfica confirmada é The Sims. Podemos esperar um filme que vai contar como... as pessoas arrumam empregos, limpam a casa, brincam na cama e olham pro céu reclamando da barra de comida vazia.

Então aguardem, em 2008 começa a invasão dos filmes de videogame nos cinemas e ela deve seguir até meados de 2010. Mas mesmo assim, ainda pagava pra ver as séries Ilha dos Macacos, Half-life e Fallout nos cinemas. Quem sabe um dia...

Termino o artigo com um vídeo fresquinho dos produtores do filme Halo, em parceria com o Discovery Channel, que fizeram um pequeno curta para anunciar uma nova série do Discovery.

link do vídeo


publicado em 12 de Outubro de 2007, 15:17
91fbfbc90492fb923241c8ba72ec2b3b?s=130

Gus Fune

Hacker de viagens, se tem wi-fi pode ter certeza que ele ainda chega lá se já não foi. Trabalha de qualquer canto cuidando da Epic Awesome e fazendo suas próprias regras.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura