Que bicicleta comprar: a sua bike te espera

Temos um site que vai te ajudar e dicas básicas pra escolher sua bike à moda antiga.

Andar de bicicleta é legal, faz bem pra saúde, ajuda no trânsito... a gente vê essas coisas sendo repetidas por aí, já é o senso comum sobre o assunto.

Porém, quando você decide que chegou a sua hora e vai comprar a sua, não é tão simples assim.

Quando foi a minha vez, eu pude contar com um amigo que teve saco e me ouviu durante todo o processo. Mas não é todo mundo que pode contar com um amigo ciclista de longa data pra servir de consultor.

Na primeira olhada que você dá, um mundo repleto de possibilidades se abre e, como sabemos, não somos muito bons em tomar decisões quando as opções são amplas.

Essa ansiedade de não saber o que escolher não acontece só com os novatos. Ciclistas experientes também passam por isso.

E, ainda que você possa contar com um amigo como foi no meu caso, ou mesmo com vendedores nas lojas especializadas, a decisão final está nas suas mãos.

O recém-lançado site "Que Bike Eu Compro" se propõe a solucionar esse problema.

O projeto foi desenvolvido pelo oGangorra, um coletivo que busca melhorar a cidade por meio do uso da bicicleta e Tony de Marco.

A usabilidade é muito simples: você responde algumas perguntas e recebe sugestões de modelos e tipos de bicicleta que se adequam às suas necessidades.

Aqui eu deixo também algumas dicas pra orientar a sua compra, caso queira fazer sua escolha à moda antiga. ;)

1. Saiba o que vai fazer com a sua bike

Em sua essência uma bicicleta não parece muito diferente da outra. Um quadro, um guidão, selim, duas rodas, uma catraca, uma coroa, uma corrente e você ali em cima pedalando pra ela andar.

Mas tente usar uma bicicleta urbana, sem marchas, em uma estrada de terra ou lama e você vai ver como pedalar pode ser sofrido.

O mesmo vale para inúmeras outras combinações inadequadas de tipos de bicicletas e terrenos.

Elas são fabricadas para diferentes tipos de aplicações e, ainda que em alguma medida dê pra utilizá-las fora de seus contextos, usar a bike correta vai tornar a pedalada muito mais fácil e prazerosa.

2. Tamanho importa

Uma bicicleta é como um sapato. Não compre uma bicicleta menor ou maior do que o seu tamanho. Nunca.

Dependendo do nível da inadequação, o desconforto pode demorar, mas é garantido. Em alguns casos, você pode até ter uma lesão por mau uso prolongado.

Aqui uma tabela que ajuda a saber o tamanho adequado pra sua altura.

3. Desconfie do preço baixo

Em geral, preço baixo significa peças de baixa qualidade.

Inicialmente, é fácil pensar que isso não importa tanto assim, mas é mais comum do que parece haver acidentes causados por peças que quebram num momento muito ruim.

Claro, o tamanho do inconveniente pode variar, mas o principal argumento é segurança.

Pense: você não quer que um pedal ou freio quebre no meio de um trânsito intenso como o de São Paulo.

Se preço é um problema, prefira investir em uma bicicleta usada. Pode dar mais trabalho de achar, mas as chances de fazer uma boa compra são bem maiores.

4. Prefira bicicletarias

Como os magazines oferecem bicicletas a preços muito baixos, é fácil cair na ilusão de que eles são a melhor opção.

No entanto, pelos motivos listados no item anterior (e outros), é bem melhor visitar uma loja especializada.

Os preços tendem a ser mais altos do que a percepção que os magazines causam, mas o retorno em prazer, durabilidade e custo de manutenção certamente vão compensar.

Além disso, em geral, o vendedor de uma boa bicicletaria vai ter todo o conhecimento necessário pra auxiliar na sua compra.

5. Teste muitas bicicletas

A internet oferece essa facilidade de comprar qualquer coisa a um clique.

Porém, comprar uma bicicleta é como comprar uma guitarra. É o tipo de coisa que pode dar muito errado se você não experimenta antes.

Os diferentes desenhos e combinações de peças fazem com que a escolha de uma bicicleta seja uma decisão muito pessoal. No final das contas, vai importar se você se sentiu confortável, se ela obteve o desempenho adequado, se achou bonita, enfim...

Quando você experimentar a bicicleta certa, vai saber na hora.

Então, é importante testar muitas bicicletas em lojas diferentes, colher diferentes opiniões, ouvir amigos, ler reviews.

Depois, com a magrela em mãos, é só sair e pedalar. Garanto que você vai ser muito feliz.

Mais alguns links úteis:

Guia Red Bull pra comprar a primeira bike;

Escola de bicicleta: qual bicicleta comprar?;

Bike magazine: a primeira bike.


publicado em 06 de Junho de 2017, 00:00
Avatar01

Luciano Ribeiro

Cantor, guitarrista, compositor e editor do PapodeHomem nas horas vagas. Você pode ouvir no Spotify. Também escreve no Medium e em seu blog pessoal. Quer ser seu amigo no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura