Onde homens que aspiram crescer se encontram? No "Homens Possíveis 2017". Vem ver a programação e garantir seu ingresso. É 09/12, sábado.

Quem você quer atrair?

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Advertisement
    130x50 jpg
  • 130x50 jpg

Ao invés de me modificar pra atrair gente que não gosta de mim como eu sou, sempre preferi me expor -- e, então, receber e amar as pessoas que se aproximam por gostar de mim e do meu jeito.

Quando estava na escola, já gostava de fazer massagens nos pezinhos das meninas, elogiava quando apareciam com a unha feita ou com alguma bijuteria, demonstrava reparar.

Sim, algumas não gostavam da atenção – e eu, naturalmente, por respeito, nunca mais falava nada no gênero com elas.

Imagino que algumas deviam me chamar de mil nomes pelas costas – mas e daí?

De vez em quando, chegava uma mais curiosa, instigada, fascinada. Queria saber mais. puxava assunto. Perguntava o que achei do esmalte. Dizia coisas como,

 

“Pôxa, como é que você fez massagem no pé da Lívia e não no meu?”

E assim começaram praticamente todas as experiências sexuais da minha adolescência.

pes-9abr2009

Os amigos homens perguntavam (na verdade, zoavam):

 

“Mas, Alex, vale a pena alienar (acho que a expressão que usaram foi “pagar de maluco”) pra todas as meninas da escola só pra pegar três ou quatro?”

E eu respondia:

 

“Claro. Pra começar, não tenho como "pegar" todas as meninas da escola. Nem quero, aliás. Quero justamente atrair as que gostam de mim como eu sou, as que ficaram atiçadas na sua curiosidade, as que são complementares a minha tara, as que gostem de um cara que admira seus pés, as que gostem tanto de ter seus pés acariciados quanto eu gosto de acariciá-los.”

(Naturalmente, eu sou muito mais que um cara que gosta de pés e qualquer mulher é muito mais do que um par de pezinhos, ou um par de qualquer coisa, mas esse era só o começo da história, a primeira fagulha de interesse que levava a todo o resto.)

Eu não quero todas as mulheres do mundo: só quero, dentre as que me querem, aquelas que eu também quero de volta.

Eu me revelo justamente para descobrir quem vai bailar comigo e quem vai se encostar na parede. Muita gente me acha esquisito? Claro. Essa é a ideia. Não tenho medo de rejeição. Ser rejeitado pelas pessoas certas só faz bem: me poupa o trabalho de espantá-las a pauladas.

Vale a pena afastar mil bois pra atrair uma única leoa.

Nada pode ser mais libertador do que se livrar dessa ilusão de que existe algo que possamos fazer para sermos amados e desejados por todos.

* * *

Aqui no PapodeHomem já escrevi sobre pés, sobre minha tara por mulheres malvadas e, mais importante, sobre cabelos e todas as loucuras que fazemos para atrair os outros. Aliás, "os outros" talvez sejam a maior prisão de todas. Na minha palestra "As prisões", dentre assuntos hiper-polêmicos como monogamia, religião, dinheiro e verdade, a prisão "Os outros" é sempre a mais polêmica. Para saber mais, veja aqui.

* * *

assine a newsletter do alex castro

assine a newsletter do alex castro


publicado em 23 de Novembro de 2013, 06:44
File

Alex Castro

alex castro é. por enquanto. em breve, nem isso. // esse é um texto de ficção. // veja minha vídeo-biografia, me siga no facebook, assine minha newsletter.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: