Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Reta final da disputa Invictus Award

O PdH foi escolhido para apoiar o instrutor de jiu-jitsu brasileiro Ricardo Carpentieri numa disputa entre sete atletas, promovida por Paco Rabanne para lançar seu novo perfume: Invictus.

Eles foram mecenas dos artigos "Onde está nossa vitória?", "Carlos Gracie | Homens que você deveria conhecer" e "Quase campeão, fui derrotado".

Estive na França para acompanhar o lançamento, conheci os candidatos, fechamos a proposta comercial para a presença da marca por aqui... e hoje decidimos ir além do combinado comercialmente.

Troquei vários emails com o Ricardo e senti firmeza no propósito do cara. Portanto, hoje tomo a liberdade de compartilhar, nesse post feito às pressas, sua última mensagem e convocá-los, caso vejam sentido, a votar nele. O atleta mais votado leva um prêmio de 50 mil dólares para realizar seu projeto.

Deixando claro, o PdH não leva nada extra caso ele ganhe e esse artigo não teve chancela da marca.

O projeto: espalhar o Jiu-jitsu brasileiro pelo mundo

Meu projeto é muito simples... eu amo o Jiu-jitsu brasileiro. Artes marciais são a minha vida, é o jeito que eu vivo e eu quero compartilhar isso com o mundo. Quero poder espalhar o BJJ pra fora do Brasil, não apenas como um esporte com benefícios de saúde, também quero compartilhá-lo como um modo de vida, um caminho para que todos possam descobrir o que existe dentro dos seus corações, para que possam descobrir o melhor que podem se tornar. Com melhores pessoas, nós vamos ter um mundo melhor!
Pra mim, toda mudança vem do interior primeiro. E a melhor forma de fazer isso possível é treinar e ensinar o máximo de pessoas possível.
Pra mim, não é só um projeto. Eu escolhi viver o caminho do artista marcial e escolhi o Jiu-jitsu brasileiro. Por ter isso dentro de mim, se eu aprendo alguma coisa, se acredito em algo, e esse algo é bom, só me resta compartilhar com o mundo. É algo além de caridade, além de apenas ajudar uma pessoa ou entidade.
Aliás, para fazer caridade com o Jiu-jitsu brasileiro, não preciso ganhar nenhum prêmio ou dinheiro. Porém, participar do prêmio Invictus é uma ótima maneira de começar e dar o primeiro passo no meu objetivo.

A mensagem do Ricardo:

"Oi Guilherme, tudo bem? Muito obrigado pela divulgação e a matéria publicada!
Gostei da foto publicada ao final dos artigos, onde estou com meus alunos. Ela foi feita em Itajai - SC, onde meu professor Grilo mora e ministra aulas de Jiu-Jitsu de graça!
Eu atualmente moro em Milao, já estou fora do Brasil há anos... montei uma academia de Jiu-Jitsu na minha casa (seguindo exemplo de meu professor!), onde dou aulas e treino também.
Desde que o programa Invictus Award começou, eu entrei na liderança logo na primeira semana e graças a Deus.
Mas agora estou em segundo.
Se conseguir receber o prêmio do Invctus Award, vou acelerar o processo de abrir uma academia em Milão (algo que quero muito!), pra depois continuar abrindo outras pelo mundo mais pra frente... sempre seguindo o exemplo e a disciplina que os mestres Carlos e Hélio Gracie sempre enfatizaram em suas escolas... um local não somente pra aprender a se defender e lutar, mas também para formação de guerreiros da justiça, cidadãos de bem.
O Jiu-Jitsu nao é somente o meu esporte preferido, mas é o alicerce da minha vida, o estilo de vida que escolhi e sou muito feliz por isso! Voce pode me enviar as perguntas que quizeres que terei o maior prazer em responde-las. Estamos na reta final do Invictus Award, e seria legal se voces pudessem me ajudar... e tenho certeza que sera uma materia muito bacana... tenho recebido muitos e-mails e mensagens no facebook de apoio e carinho, atualmente meus torcedores sao formados pela minha familia, amigos e colegas de infancia, sou o unico dos candidatos que nao tem algum tipo de mídia fazendo campanha, ou com entrevistas online para divugacao da participaçao deles no Invictus Award...
Eu não estou buscando fama, nem mesmo quero usar essa oportunidade somente para promover meu ego... mas tenho certeza que ganhar a competiçao seria muito bom, pois eu nao estou só querendo fazer um dia de caridade esportiva.
Eu quero somente poder começar um processo de mudança na vida de varias crianças e adolescentes, que irao passar pela minha academia (alguns pagando, outros nao... pois Jiu-Jitsu deve ser para todos!)... e tenho no fundo do meu coração que estou lutando por algo que realmente vale a pena... pois como eu nao posso ser um herói como pede o costume (fantasia e capa!), quero poder ajudar as pessoas, fazendo com que elas aprenderam a nao ter tanto medo da vida.
Encarando os desafios do cotidiano com muita calma, força de vontade e determinação, assim como um guerreiro... por um mundo mais justo para se viver... pois acredito que as grandes mudanças vem de dentro pra fora. Pessoas melhores, um mundo melhor."

Espere o site carregar, desça até encontrar os atletas e vote no Ricardo – o da direita nessa foto
Espero o site carregar, desça até encontrar os atletas, ignore de maneira hetero eles estarem sem camisa e vote no Ricardo – o da direita nessa foto

É o último dia da votação. Ele está em segundo lugar, atrás do argentino (esse da esquerda).

Ou seja, tá pra nós, não? Quem topar ajudar, vote aqui.

ps.: ah, quem votar no candidato vencedor concorre a uma viagem à Grécia. 


publicado em 21 de Outubro de 2013, 16:09
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura