Revista Forbes lista clubes mais valiosos do mundo

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Asm selo png
  • 130x50 jpg

Conhecida por suas tradicionais listas dos homens e empresários mais ricos, a revista americana Forbes publicou nesta semana um ranking com os clubes esportivos mais valiosos do mundo. Entre os diversos esportes avaliados, variando desde futebol, futebol americano, Fórmula 1, basquete e baseball, o título de time mais valioso ficou com o Manchester United.

Com uma receita anual de US$ 459 milhões e com cerca de 333 milhões de torcedores pelo mundo, o clube da tradicional família Glazer tem um valor estimado de cerca de US$1.83 bilhões, segundo a revista. Apesar de sua inigualável geração de receita, o Manchester peca na hora de mostrar resultado. Na última temporada inglesa, por exemplo, o clube venceu apenas a Carling Cup, o menos relevante dos cinco campeonatos que disputou.

Mesmo assim, o clube lidera a lista com folga, já que o segundo colocado, o time de futebol americano Dallas Cowboys, aparece com um valor estimado de US$1.65 bilhões, quase 200 milhões a menos do que os ingleses. Não muito longe dali, em terceiro, ficou o time de baseball New York Yankees, que, segundo a Forbes, vale US$1.6 bilhões.

Pelo menos o ano não passou em branco para o time de Rooney.

O segundo time de futebol a aparecer é o Real Madri, ocupando a sexta posição. Já seu rival Barcelona, cujo novo presidente declarou esta semana que, mesmo vencendo o Campeonato Espanhol, teve um prejuízo de cerca de 77 milhões de euros na temporada, aparece apenas em 25º lugar.

Na Fórmula 1, a equipe que lidera a lista não é a mesma que lidera o campeonato deste ano. A Ferrari ocupa a 16ª posi­ção no ranking, enquanto a McLaren ficou apenas em 42 º lugar.

O que impressiona na lista é o grande número de times de futebol americano e sua incrível capacidade de gerar receita, já que o esporte é apreciado apenas nos EUA.

Clubes brasileiros no ranking? Bem, todos nós sabemos que não.

Confira a lista da Forbes:

1 - Manchester United - US$ 1,83 bilhão

2 - Dallas Cowboys (NFL) - US$ 1,65 bilhão

3 - New York Yankees (MLB) - US$ 1,6 bilhão

4 - Washington Redskins (NFL) - US$ 1,55 bilhão

5 - New England Patriots (NFL) - US$ 1,36 bilhão

6 - Real Madrid - US$ 1,32 bilhão

7 - New York Giants (NFL) - US$ 1,18 bilhão

8 - Arsenal - US$ 1,18 bilhão

9 - New York Jets (NFL) - US$ 1,17 bilhão

10 - Houston Texans (NFL) - US$ 1,15 bilhão

16 - Ferrari (F1) - US$ 1,05 bilhão

25 - Barcelona - US$ 1 bilhão

27 - Bayern de Munique - US$ 990 milhões

41 - Liverpool - US$ 822 milhões

42 - McLaren Mercedes (F1) - US$ 805 milhões

43 - Milan - US$ 800 milhões

47 - Juventus - US$ 656 milhões

48 - Chelsea - US$ 646 milhões

49 - Los Angeles Lakers (NBA) - US$ 607 milhões

50 - New York Knicks (NBA) - US$ 586 milhões


publicado em 30 de Julho de 2010, 15:06
E4c14111fbfb81a75b22984e3520ada9?s=130

Thiago Rocha Kiwi

É nosso correspondente em Londres. Jornalista, nascido e criado na selva paulistana, gosta das oportunidades desafiadoras. Apaixonado por informação e conhecimento, enxerga o trabalho como uma forma de evolução e a internet como revolução. No Twitter, @thiagokiwi.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: