Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Roupas para mergulhadores e surfistas que evita ataques de tubarão

Na última semana, Recife -- capital de Pernambuco -- foi cenário de mais um ataque de tubarão, mais precisamente na praia de Boa Viagem.

A turista paulista Bruna da Silva Gobbi, 18, morreu por volta das 23h30 de segunda-feira (22), no Recife, de acordo com informações do Hospital da Restauração. Ela estava internada no hospital após o ataque de um tubarão na praia de Boa Viagem, na zona sul da cidade.
[...]
Este é o segundo ataque do ano. Em junho, um homem morreu ao ser atacado na cidade de Cabo de Santo Agostinho, na Grande Recife.
Desde 1992, quando os casos começaram a ser contabilizados, já ocorreram 59 ataques na capital e região metropolitana, de acordo com os bombeiros. Vinte e três pessoas morreram.
Estudos feitos pela UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco) atribuem a presença de tubarões na orla pernambucana, entre outros fatores, a alterações ambientais provocadas pela construção do porto de Suape, em Cabo de Santo Agostinho.
[...]
"Morre turista atacada por tubarão no Recife", 23/07/2013.

* * *

A empresa australiana Shark Attack Mitigation Systems, juntamente com pesquisadores da Universidade da Austrália Ocidental estão trabalhando, em conjunto, para desenhar trajes para mergulhadores e surfistas que visam evitar ataques de tubarão.

4

Quando um tubarão está pronto para atacar, ele confia muito em sua visão. Tendo isso em mente, o grupo de profissionais -- que inclui pesquisadores e designers --  estão desenvolvendo dois novos projetos para confundir o tubarão justamente utilizando essa dependência que eles têm do que estão vendo.

A Amostra 'Oculta' (Cryptic Pattern)

2

Esse primeiro projeto está sendo desenvolvido para mergulhadores e nadadores. Os pesquisadores dizem que tubarões são daltônicos e, utilizando essa "falha", foi criada uma vestimenta de padrão de ondas "azul-em-azuis" desenhados para "esconder" quem usa a roupa, confundindo-os na coluna d'água.

É uma espécie de camuflagem que dificulta a fácil observação de um tubarão que esteja passando.

A Amostra 'Aviso" (Warning Pattern)

Screen-Shot-2013-07-18-at-12.41

O segundo projeto é para ajudar os surfistas. A roupa possui peças em negrito e listras em preto-e-branco que imitam o padrão listrado frequentemente visto em peixes venenosos e outras criaturas. "Muitos animais, na biologia, são repelidos por animais nocivos, presas que fornecem um sinal que de alguma forma diz: 'não me coma', e (esse aviso) que tem sido manifestado em um padrão listrado", disse Shaun Collin, pesquisador da Universidade de Oceanos da Austrália Ocidental à Agence France-Presse (AFP).

Esse efeito "desviador" também está disponível nos adesivos distribuídos na parte lateral de pranchas de surf.

Claro que essas tentativas não podem impedir um tubarão de atacar, mas possuem "uma forte probabilidade de o tubarão hesitar, dando ao usuário a chance de escapar". A empresa também planeja aplicar a tecnologia em outros itens como pranchas de surf, caiaques e tanques de mergulho.

O vídeo abaixo mostra um dos testes feitos e, ao que parece, funciona muito bem mesmo.

Link YouTube

Isso poderia evitar a "caça aos tubarões"

Não é porque há muitos ataques de tubarões a humanos que existe qualquer necessidade de caça e morte desses predadores marinhos.

Em todo o mundo, os tubarões enfrentam uma série de ameaças. A pesca exacerbada está levando algumas espécies de tubarão à extinção e um estudo estima que a morte de tubarões pode chegar a 100 milhões por ano.

A vantagem desse projeto todo é a sua natureza não-letal, ou seja, a concepção toda é baseada no fato de, claro, proteger quem vai pro mar, mas também os tubarões. "É seguro, é natural e não dá aos animais mal algum", disse Craig Anderson, desenvolvedor do projeto, à AFP.


publicado em 28 de Julho de 2013, 08:00
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura