A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Saúde masculina: um modo de viver, uma busca no dia-a-dia

Sem exercício, comendo mal e não realizando os exames regulares de prevenção de doenças. Os homens não cuidam da saúde.

Pouco antes de receber essa pauta eu estava conversando com um dos programadores aqui da empresa. Ele é jovem, ainda nem chegou aos vinte anos, mas elogiava minha dedicação de frequentar a academia todos os dias.

Para meu colega de trabalho e para a grande parte dos homens, se cuidar é esforço que, mesmo trazendo benefícios, costuma ser tão trabalhoso que acaba não valendo a pena.

Expliquei para ele que, com o passar dos anos, vamos sentindo o peso dos hábitos ruins e de um estilo de vida que não prioriza a saúde. Nem tão mais velho assim, aos 33, sinto que o corpo já não é mais o mesmo, e que os cuidados que não tomei aos vinte anos, pretendo tomar agora para não me arrepender quando chegar aos 40 ou 50.

Onde o problema começa

Sendo bem honesto: quando foi a última vez que buscou um médico só para saber se está tudo bem?

Segundo um estudo realizado com profissionais de saúde sobre como a masculinidade influencia na forma que homens lidam com os serviços de saúde, homens não possuem o hábito de prevenir doenças. Pelo contrário, normalmente já chegam quando o problema é grave demais.

O texto do artigo demonstra que, diferente das mulheres, homens possuem um perfil de buscar serviços médicos apenas para curar enfermidades ou tratar doenças. Ainda assim, homens apresentam um comportamento impaciente em relação aos médicos e têm dificuldades em aderir aos tratamentos.

Outro estudo também aponta que essa ausência dos homens nos centros de saúde vai da construção de um perfil masculino avesso à vulnerabilidades. Alguns homens, para não demonstrar fraqueza, chegam a pedir para suas esposas irem ao médico no seu lugar e descobrir o que eles têm.

"Amor, eu queria pedir uma coisinha... será que você pode ir ao médico por mim e falar pra ele que dói aqui, ó?"

Grande parte dos problemas de saúde surgem ou são agravados pela falta de prevenção e acompanhamento profissional. Check-ups regulares ajudam a prevenir doenças sérias e identificar outras ainda em fase inicial.

Temos no Papo de Homem um guia interessante sobre como o check-up dos homens deve ser feito e quais os focos para cada faixa de idade.

O tamanho do problema

Segundo uma pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde 52,6% dos homens estão acima do peso ideal. O texto também aponta um problema ainda mais grave, que essa falta de cuidado começa já na juventude. Dos homens acima do peso, 29,4% têm entre 18 e 24 anos. Como é esperado, o problema vai se tornando ainda mais grave com o passar da idade. 55% dos homens acima do peso estão na faixa dos 25 ao 34 anos e 63% entre 35 e 64 anos.

Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde também concordam com os índices de sedentarismo entre homens que, na juventude, praticam mais atividades físicas do que quando alcançam idades mais avançadas.

Assim como os dados anteriores nos fazem imaginar, a alimentação dos homens não está das melhores. 47,2% dos homens entrevistados na Pesquisa Nacional de Saúde dizem consumir alimentos muito gordurosos.

Estes números são de estudos um pouco antigos, mas sabemos que o problema aumenta todo ano. Além de mais avessos a prevenção de doenças, nós homens representamos uma maioria que também não cuida dos detalhes mínimos.

Sem exercício, comendo mal e não realizando os exames regulares de prevenção de doenças, podemos concluir que os problemas quando surgem já são grandes, e às vezes difíceis de reverter.  

Existe alguma solução?

Costumo ser muito objetivo nos meus textos, quase sempre apontando ações práticas e de fácil adoção.

Já compartilhei aqui no Papo de Homem alguns aprendizados sobre hábitos que auxiliam na saúde mental, minhas experiências com perda de peso e alimentação, um guia bem interessante para quem tem dificuldade em criar novos hábitos e outro guia para quem quer começar a fazer exercícios sem academia. Fiz até mesmo um texto com boas dicas para quem não tem tempo de se exercitar.

Você pode, por exemplo, correr com as crianças do bairro.

Existe muito conteúdo prático disponível e que podem ajudar os homens a adotarem uma postura mais saudável e mudar a forma como vivem, mas não é esse o maior problema que estamos enfrentando.

Antes mesmo de saber o que fazer e como fazer, nós homens temos de assumir que precisamos cuidar da nossa saúde, sem medo de parecer fraqueza. A cultura que tanto sustentamos e que nos impede de demonstrar que também ficamos doentes, sentimos dores e precisamos nos cuidar, é frequentemente apontada como a causa da maior parte dos problemas de saúde entre os homens.

O modelo do homem que acha que aguenta tudo sozinho e não precisa se cuidar está nos matando.

Mas existe um outro problema em jogo: se você chegou até esse texto e leu até aqui, é possível que já saiba e concorde com tudo o que o texto diz. Os leitores do PdH, em grande parte, já possuem uma visão mais consciente sobre a necessidade de cuidados para a saúde física e mental. A maior parte das pessoas que precisam entender a importância de buscar saúde como parte do seu estilo de vida não está aqui no Papo de Homem.

Por isso é preciso conversar com nossos amigos e colegas sobre o assunto e compartilhar nossas experiências. É modificando a cultura dos homens para um modelo de masculinidade mais saudável, e nos tornando mais abertos e sem receio de demonstrar vulnerabilidades que vamos ajudar homens a buscarem mais saúde para seu dia a dia.

Você mesmo deve ter um amigo que faz tempo que não vai ao médico, está sedentário ou bem acima do peso. Curta este texto e compartilhe com quem se importa. Amizade é isso.

Mecenas: Aramis

Se você dá valor a cada momento e gosta de viver intensamente. Se está sempre em busca do novo e sabe que suas escolhas definem sua personalidade. Se ser autêntico faz parte do seu estilo de vida, a coleção Primavera-Verão Aramis tem tudo a ver com você.

Mais do que combinar com sua maneira de vestir, combina com sua maneira de ser e pensar.

* * *

Por 6 dias durante Outubro, a Casa Aramis foi a sede do PapodeHomem e a casa dos homens. O PdH foi co-anfitrião do espaço, articulando uma programação com vivências, rodas e conversas.

Tratamos de algumas das tensões chave do masculino: sucesso, trabalho, mundo emocional, sexualidade, dinheiro, indo muito além de estilo e guarda-roupa. Tivemos convidados especiais e livestreaming de todas as atividades.

É uma preciosidade vermos uma marca acreditar em caminhos autênticos de transformação para os homens.

Você pode conferir nossas lives aqui!


publicado em 30 de Outubro de 2017, 19:49
12596172 10153389055960906 1551523976 n

Alberto Brandão

É analista de sistemas, estudante de física e escritor colunista do Papo de Homem. Escreve sobre tudo o que acha interessante no Mnenyie, e também produz uma newsletter semanal, a Caos (Con)textual, com textos exclusivos e curadoria de conteúdo. Ficaria honrado em ser seu amigo no Facebook e conversar com você por email.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura