A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Será que a Pílula do Dia Seguinte vai me salvar?

Pergunta:"Doutor,

eu fiz sexo com minha namorada sem camisinha mas não cheguei a gozar dentro dela. Isso era de manhã, umas 8 horas. À tarde fomos comprar a pílula do dia seguinte e ela tomou uma a meia noite e a outra ao meio dia.

Minhas dúvidas são: tem chance de ela ficar grávida sendo que ela não toma anticoncepcional?

Ela tomou o remédio a tempo?

Se ela fez tudo correto, como vamos saber se deu certo, qual o sintoma?

Obrigado."

- Juliano

Caro Juliano,

mesmo sem gozar, a atividade sexual pode sim engravidar e você estar ciente disso é um ótimo começo.

A pílula do dia seguinte não é um método 100%, como já devem saber. Seu uso é emergencial. No entanto, sua taxa de sucesso é bem grande. A recomendação é sempre usá-la o mais rápido possível após o sexo. Se ultrapassar o prazo de 72 horas, ela não adianta mais nada. Aliás, se ultrapassar 24 horas, sua eficiência já cai para 58%.

O caminho até o óvulo é longo, tortuoso e cheio de obstáculos, como naquelas antigas Olimpíadas do Faustão. O que a pílula faz é impedir os espermatozóides de realizarem a fecundação. E caso ela já tenha acontecido, vai impedir o óvulo de ser implantado no útero.

bala-chita
E nada de usar sempre, como se fosse bala chita. A cada uso a eficácia dela diminui.

Vocês vão saber se funcionou ou não quando a próxima menstruação dela vier. Caso não venha, o sintoma da gravidez costuma ser uma gigantesca barriga com um projeto de ser humano dentro, difícil de confundir.

Dr. Love, espalhando amor pelo mundo

MSN: dou.tor.love@hotmail.com

Use o formulário abaixo para enviar sua pergunta para meu consultório.

[CONTACT-FORM]


publicado em 12 de Agosto de 2007, 08:40
92e8d9697a8dd2faf3d0bc4f9d3a08fc?s=130

Dr. Love

Consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura