Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Sobre amores e separações | Caixa-preta #30

O Edgar teve três relacionamentos duradouros e, com eles, três filhos. Mas não crê que quando um relacionamento acaba é porque algo deu errado

Link Youtube

Quando se é jovem, o amor vem impregnado com a urgência da paixão.

O primeiro amor parece perfeito para nos acompanhar por uma vida inteira. Os relacionamentos mais duradouros trazem consigo a maturidade dos planos factíveis. Existem ainda os vínculos que extrapolam o casal, incluindo também amigos e família.

Quando esses amores, relacionamentos e vínculos acabam, muitas vezes parece que o resto da vida vai junto. E agora, o que eu faço?

Aos 63 anos de idade, Edgar Cambiaghi traz consigo a experiência de quem já passou por amores duradouros e separações doídas por pelo menos três vezes. Foram 30 anos praticamente seguidos de relacionamentos a dois.

“Fui formatado para isso. Me formar, trabalhar, casar e ter filhos. Minha primeira grande frustração foi que o primeiro casamento terminou”.

Com dois filhos desse casamento e um do segundo, entendeu na prática que não há configuração perfeita ou receita de bolo para que um relacionamento seja eterno. Mas aprendeu o que considera fundamental para que, enquanto dure, seja saudável e feliz.

“O segredo é respeitar o indivíduo, o espaço individual”.

E você, leitor. O que já aprendeu nos relacionamentos que viveu até aqui e poderia compartilhar conosco nos comentários?

Mecenas: Natura Homem

Natura Homem acredita que existem tantas maneiras de exercer as masculinidades e de nos relacionarmos quanto o número de homens que existem no mundo. Entender que a receita trabalhar, casar, ter filhos e ser felizes para sempre não necessariamente é o caminho ideal para todos é uma maneira de nos abrirmos para outras configurações amorosas e outros caminhos que a vida nos leve a experimentar.

Seja homem? Seja você. Por inteiro.

Natura Homem celebra todas as maneiras de ser homem.


publicado em 14 de Dezembro de 2017, 16:59
Ismael veredas corte jpeg

Ismael dos Anjos

Ismael dos Anjos é mineiro, jornalista e fotógrafo. Acredita que uma boa história, não importa o formato escolhido, tem o poder de fomentar diálogos, humanizar, provocar empatia, educar, inspirar e fazer das pessoas protagonistas de suas próprias narrativas. Siga-o no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura