Star Wars, Batman, Poderoso Chefão, Her. As principais cores destes e outros 16 grandes filmes. E a importância delas pra eles

O Collor Pallete Cinema mostra as cores das principais cenas de diversos filmes. E explicamos porque elas são escolhidas a dedo pelos diretores

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Advertisement
    130x250 1 jpg

A cor é um dos principais elementos do cinema. Até aqui, nenhuma novidade, deve pensar. Desde que a indústria adotou massivamente o formato colorido é assim. Mas quantas vezes, ao assistir de forma casual um filme, nos atentamos as cores presentes ali - e o que elas representam? 

É um tipo de detalhe que costuma passar despercebido. E muito por conta disto foi uma preciosidade encontrar o @collorpallete.cinema, um dos perfis mais legais que sigo no Instagram.

O que o perfil faz é pegar cenas de grandes filmes e mostrar a paleta de cores usadas nelas. Sério, tem de tudo ali, dos clássicos faroestes da década de sessenta aos longas recém lançados. Tem as cores de filmes como Taxi Driver, Whiplash, Cisne Negro, O Iluminado e Cidade de Deus. E é bem alta a chance de seus filmes favoritos já terem passado pela análise meticulosa do perfil. 

E que curioso notar como as cores dizem muito sobre as cenas. Seja os tons escuros de um momento de tensão ou o simples marrom terroso de um deserto, elas contam o que está acontecendo. Ambientam. Dão outro tom para a narrativa. E quando bem usadas, o filme ganha uma nova camada de profundidade.

A Luiza de Castro, colorista e ex-produtora de vídeos do PapodeHomem, explica melhor a importância da cor no cinema em sue texto "O Processo criativo da cor no cinema":

A expressão visual de um filme é basicamente aquilo que é dito ao espectador com o que está inserido na imagem. Ou seja, são aspectos sutis que interpretamos sem uma fala sequer.  

(...)

Com a chegada da cor no cinema, o envolvimento emocional que a iluminação e a textura exerciam na época do cinema preto e branco, tornou-se ainda maior. Não significa que uma cor terá o mesmo significado em todos os filmes, assim como ela não possui na vida real. Da maneira como os cineastas trabalham, é possível atrelar diferentes significados às cores com base na vivência dos espectadores e nos objetivos do filme.  

Cada obra tem um tema, um tom emocional específico, que faz com que cada filme precise de uma paleta de cor distinta, com uma gama precisa de cores e tonalidades que tem uma função narrativa

Dito tudo isto, separei o que vi de melhor no perfil do Collor Pallete. Tem muito filme bom, muita cena linda. Confere aqui embaixo e depois conta nos comentários o que achou: 

O Abutre, de 2013. Dirigido por Dan Gilroy, fotografado por Robert Elswit e com a direção de arte de Kevin Kavanaugh.

​​

Guerra nas Estrelas, de 1977. Dirigido por George Lucas, fotografado por Gilbert Taylor e com a direção de arte de John Barry.

ET, de 1982. Dirigido por Steven Spilberg, fotografado por Allen Daviau e com a direção de arte de James D. Bissell.
Batman: O Cavaleiro das Trevas, de 2008. Dirigido por Christopher Nolan, fotografado por Wally Pfister e com a direção de arte de Nathan Crowley. 
Trainspotting, de 1996. Dirigido por Danny Boyle, fotografado por Brian Tufano e com a direção de arte de Kave Quinn.
''O Iluminado", de 1980. Dirigido por Stanley Kubrick, fotografado por John Alcott e com a direção de arte de Roy Walker.
O Poderoso Chefão, de 1972. Dirigido por Francis Ford Coppola, fotografado por Gordon Willis e com a direção de arte de Dean Tavoularis.
Azul é a cor mais quente, de 2013. dirigido por Abdellatif Kechiche, fotografado por Sofian El Fanie com a direção de arte de Julia Lemaire.
Ondas do Destino, de 1996. Dirigido por Lars Von Trier, fotografado por  Robby Müller e com direção de arte de Karl Júliússon.
Her, de 2013. Dirigido por Spike Jonze, fotografado por Hoyte Van Hoytema e com a direção de arte de K.K. Barrett. 
Taxi Driver, de 1976. Dirigido por Martin Scorsese, fotografado por Michael Chapman e com a direção de arte por Charles Rosen. 
Ilha do Medo, de 2010. Dirigido por Martin Scorsese, fotografado por Robert Richardson e com a direção de arte de Dante Ferreti. 
Scarface, de 1983. Dirigido por Brian de Palma, fotografado por John A. Alonzo e com a direção de arte de Edward Richardson.
O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, de 2001. Dirigido por Jean-Pierre Jeunet, fotografado por Bruno Delbonnel e com a direção de arte de Aline Bonetto. 
Cisne Negro, de 2010. Dirigido por Darren Aronofsky, fotografado por Matthew Libatique e com direção de arte de Thérèse DePrez.
Moonlight, de 2016. dirigido por Barry Jenkins, fotografado por James Laxton e com a direção de arte de Hannah Beachler.

"Massa! Quero ler mais sobre a cor no cinema":

O Processo criativo da cor no cinema, por Luiza de Castro;

A harmonia das cores nos filmes que você gosta, por Luiza de Castro;

O site Movies In Color;

Cores & Filmes - Um Estudo Da Cor No Cinema, de Maria Helena Braga e Vaz da Costa;

O Uso das Cores, de Cris Peter* .

*Comprando o livro pelo link de afiliado, você ajuda o PapodeHomem.


publicado em 15 de Junho de 2017, 17:02
000b0026

Bruno Pinho

Estagiário do PapodeHomem e estudante de jornalismo.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: