Strobo é uma boa razão para sair de casa e dançar | Eu ouvi pra você #14

Banda instrumental para quem curte pop feito para balançar o esqueleto

Férias, o alívio do cidadão assalariado. 

Recentemente, foi minha vez, tirei um merecido descanso e rumei ao norte desse Brasilzão de meu deus, mais precisamente para Belém, minha antiga casa.

Ao dar uma breve volta pela cidade, não foi difícil me deparar com algumas das coisas que mais adorava: açaí, peixe fresco, farinha boa, o riozão que mais parece mar e, claro, a cena musical sempre fervilhante, cheia de excelentes músicos e boas bandas. 

Em uma dessas noites calorentas, pude assistir a um show do Strobo, banda que vou recomendar dessa vez na nossa coluna do compartilhamento sonoro de bróder.

A banda é um duo de guitarra e bateria, composta por Leo Chermont e Arthur Kunz. Mas não espere nada nem perto de White Stripes ou Black Keys. Aqui a ideia é misturar acústico com eletrônico, rock com carimbó, guitarrada com pop e tecnobrega ou seja lá o que surgir. 

E, se os álbuns não apetecerem, se não der aquela vontade de balançar o corpo, calma. Recomendo muito dar uma segunda chance e ir ao show dos caras no Sesc Pompeia, em São Paulo, às 21hrs. É de graça e eu garanto que você não vai se arrepender.

Mamãe quero ser pop (2014)

Delírio Cromático (2012)

Strobo (2011)

Vídeos

Onde encontrar os caras


publicado em 29 de Julho de 2015, 12:10
Avatar01

Luciano Ribeiro

Cantor, guitarrista, compositor e editor do PapodeHomem nas horas vagas. Você pode ouvir no Spotify. Também escreve no Medium e em seu blog pessoal. Quer ser seu amigo no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura