Theodoro, meu menino biônico

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Outro dia vi um comercial de TV em que os pais falavam sobre o futuro de seus filhos. Um deles planejava que o menino seguisse a carreira de astronauta.

Os pais sonham com futuros brilhantes para seus filhos e, muitas vezes, projetam neles seus próprios desejos, o que é muito natural. Eu tenho um filho de quatro anos que nasceu surdo. Posso dizer que, aos quatro anos, ele é o nosso pequeno astronauta.

No Brasil, uma em cada mil crianças nasce surda. Nós só desconfiamos da surdez quando ele tinha seis meses; havia grande dificuldade para encarar a realidade. Centenas de exames e consultas médicas depois, nós levamos o Theodoro para fazer um implante coclear bilateral. Quanto mais cedo a criança faz o implante, maiores são as chances de sucesso.

O implante coclear é um dispositivo eletrônico que proporciona uma sensação auditiva próxima à fisiológica.

Na parte externa do implante há um microfone, um microprocessador de fala e um transmissor. A parte interna tem um receptor e eletrodos inseridos dentro do aparelho auditivo. O dispositivo estimula o nervo auditivo, que leva os sinais para o encéfalo, onde são decodificados e interpretados como sons.

Hoje o Theodoro, nosso menino biônico, ouve tudo perfeitamente, fala sem parar e vai à escola. Tudo o que sempre desejamos foi que ele pudesse ouvir como as outras crianças.

E ele ouve direitinho, olha só o vídeo:

Link YouTube


publicado em 19 de Outubro de 2012, 07:00
F9e47c6892130bac2a11261d919070ab?s=130

Edward Pimenta

Edward Pimenta é jornalista e trabalha na Editora Abril. Autor de O homem que não gostava de beijos (Record, 2006), escreve mimosidades em EPIMENTA.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: