Um espirro e a loucura que não acaba: "saúde"

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

espirro

es.pir.ro

sm (der regressiva de espirrar1 Ato ou efeito de espirrar. 2 Expiração de ar violenta e ruidosa pelo nariz e pela boca, provocada por uma irritação das mucosas nasais; esternutação. 3 Esguicho.

Provavelmente um dos movimentos mais automático que fazemos. Uma irritação nazal e "ATCHIM!".

Você pode procurar a vontade as causas e efeitos de uma boa espirrada, os perigos de contaminação, a necessidade de fechar os olhos, todas as ciências de baixa tecnologia. Mas, nesse vídeo, o que acontece é outra coisa:

Link Vimeo

A loucura que não acaba. A melhor coisa do cotidiano é fantasiá-lo. Um espirro se torna uma animação maravilhosa e frenética e improvável e impossível. O seu pequenino "eu" é ejetado e se desespera e se desfaz até tornar a aparecer dentro dele mesmo, sozinho só e solitário para a queda.

E a vida segue. E a loucura não acaba.

* * *

Nota dos editores: esse é um post despretensioso, um formato rápido com o qual pretendemos experimentar para compartilhar com vocês ideias e recomendações que valem sua atenção.


publicado em 28 de Junho de 2014, 05:11
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: